Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Domingo, 16 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Educação

Alunos de escola no Marumbi participam de encontro sobre bullying e construção da identidade

Medida vai representar mais uma melhoria para o serviço público prestado à população

Redação
Por Redação
/ 331 acessos
Alunos de escola no Marumbi participam de encontro sobre bullying e construção da identidade
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Na última segunda-feira, dia 5, os alunos do ensino fundamental da Escola Municipal Marlene Barros, localizada no bairro Marumbi, foram reunidos no pátio da escola para uma importante conversa sobre bullying e construção da identidade. O encontro contou com a presença do projeto Guardas no Apoio e Prevenção nas Escolas (Gape), que busca promover a cultura de paz e sensibilizar a comunidade escolar para a importância das relações de respeito e empatia.

A iniciativa foi solicitada pela direção da escola, que está atenta às situações vivenciadas pelos alunos no dia a dia. Apesar de geralmente o Gape realizar atividades em grupos menores, a coordenadora GM Medeiros destacou que a atenção do público foi despertada e todos foram convidados a refletir sobre o tema.

Leia Também:

Durante o evento, foi ressaltado que saber o que é bullying é importante, mas é fundamental entender as consequências devastadoras dessa prática cruel. Desde o isolamento e a tristeza, até a evasão escolar e o adoecimento das vítimas, o bullying pode ter um impacto significativo na vida das pessoas. O Gape apresentou personagens envolvidos nesse tipo de comportamento, colocando em discussão atitudes de invalidação do outro.

Charline Juvenal, servidora da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), reforçou aos presentes que ser diferente é normal e que a diversidade deve ser respeitada. Ela enfatizou que a identidade de cada um se forma a partir do que somos e de como nos apresentamos ao mundo, seja através da aparência física, escolhas de roupas ou penteados. Zoar e constranger alguém por suas características é inaceitável, pois somos todos diversos e a nossa consciência pode superar qualquer dificuldade em reconhecer e aceitar as diferenças naturais.

Joana D'Arc da Silva Talha, coordenadora pedagógica da Secretaria de Educação (SE), também esteve presente e chamou a atenção para o tratamento dispensado aos professores e funcionários da escola. Ela ressaltou que todos têm suas vidas fora do ambiente escolar e que é fundamental demonstrar respeito por aqueles que conduzem o processo educacional.

As conversas promovidas pelo Gape têm como objetivo desenvolver a empatia e o respeito às diferenças, contribuindo para a compreensão e valorização da diversidade. A conscientização para a construção de uma cultura de paz, pautada na tolerância, convivência e aceitação, é o resultado esperado dessa ação.

É importante destacar que a prevenção à violência e à criminalidade é uma diretriz do Plano Municipal de Segurança Urbana e Cidadania, assim como o envolvimento comunitário é um papel fundamental da Guarda Municipal. O Gape, por sua vez, está regulamentado pela portaria nº 14 da Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania (Sesuc), que estabelece as políticas de prevenção à violência e fortalecimento da cidadania.

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: Link para o grupo no Whatsapp

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )