Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Giro de Notícias

Mulher de 45 anos é presa em Niterói após furto, injúria racial e ofensas homofóbicas

Cidadã já possuía antecedentes criminais por lesão corporal, furto e desacato

Rodrigo Jesus
Por Rodrigo Jesus
Mulher de 45 anos é presa em Niterói após furto, injúria racial e ofensas homofóbicas
Foto: Reprodução / Internet
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

No último sábado, (21) uma mulher de 45 anos foi detida em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, após cometer uma série de atos criminosos, incluindo furto, injúria racial e ofensas homofóbicas. Os eventos chocantes ocorreram em uma loja, onde a acusada furtou um produto e, ao ser confrontada, proferiu insultos racistas e homofóbicos, além de desacatar policiais.

O incidente teve início quando um cliente da loja notou a suspeita colocando um item em sua bolsa. A equipe de segurança da loja revisou as gravações das câmeras de segurança, confirmando a suspeita. Quando abordada do lado de fora da loja pelo chefe da segurança, a mulher iniciou uma série de ofensas, incluindo insultos racistas dirigidos a um homem negro. O segurança, Wanderson Rodrigues, expressou sua determinação em não deixar tais palavras afetarem seu ânimo, apesar da situação difícil.

O comportamento da agressora também se estendeu a um rapaz que estava filmando a ocorrência. Ela proferiu insultos homofóbicos, demonstrando claramente seu desrespeito e preconceito. 

Publicidade

Leia Também:

A mulher, identificada como Luciana Alves Marcolino, foi presa em flagrante pela equipe do programa "Niterói Presente". Ela agora enfrenta acusações por furto, injúria racial e desacato, este último referindo-se às ofensas contra os policiais no momento de sua prisão.

Na delegacia, ao ser informada de sua prisão, Luciana continuou a proferir ofensas, desta vez com teor homofóbico, reforçando sua atitude preconceituosa. A polícia revelou que a mulher já tinha antecedentes criminais por lesão corporal, furto e desacato, o que demonstra um padrão de comportamento agressivo e ilegal.

Esse triste incidente ressalta a importância de combater o racismo e a homofobia, bem como de promover a igualdade e o respeito entre todos os cidadãos. As autoridades competentes estão trabalhando para garantir que a acusada responda pelos seus atos e enfrente as consequências legais de suas ações.


Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg



Comentários:
Rodrigo Jesus

Publicado por:

Rodrigo Jesus

Estudante de Jornalismo e Fotógrafo. Formado em Designer. 📷🖋️

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )