Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Ciência e Tecnologia

Platina Dopada com Bismuto Aumenta Produção de Cetona

Estudo conduzido pela UFSCar e CDMF revela avanço na oxidação de polióis, com implicações para a indústria química.

João Vítor Fonseca
Por João Vítor Fonseca
/ 40 acessos
Platina Dopada com Bismuto Aumenta Produção de Cetona
A cetona é uma função química importante na química orgânica, caracterizada pela presença da ligação dupla carbono-oxigênio, chamado carbonila, ligado a dois radicais orgânicos (Imagem: CDMF)
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Pesquisadores do Centro de Desenvolvimento de Materiais Funcionais (CDMF), um centro de pesquisa financiado pela FAPESP e sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), descobriram que superfícies de platina modificadas com bismuto são mais eficazes na produção de cetona. Este avanço, detalhado em um artigo publicado na revista ChemCatChem, pode ter um impacto significativo na indústria química.

A Importância da Cetona

As cetonas, caracterizadas pela ligação dupla carbono-oxigênio (carbonila), são componentes essenciais na fabricação de esmaltes, graxas, vernizes, resinas, e na extração de óleos vegetais. Elas também são usadas na produção de anidrido acético e medicamentos, destacando sua importância na química orgânica.

Leia Também:

Resultados do Estudo

O estudo revelou que a dopagem da platina com bismuto aumenta a seletividade para a formação de cetona durante a oxidação de polióis, especificamente glicerol, um subproduto da fabricação de biodiesel. Superfícies de platina pura e dopada produziram predominantemente moléculas de C3 oxidadas no carbono primário, mas a modificação com bismuto foi a única a mostrar um aumento significativo na atividade.

Miguel Angel San Miguel Barrera, pesquisador do CDMF e um dos autores do estudo, explicou que o objetivo era avaliar se a dopagem de eletrocatalisadores de platina poderia alterar a seletividade na conversão de polióis em compostos de maior valor agregado. “Embora existam relatos na literatura sobre catalisadores de platina dopados com bismuto, nosso trabalho demonstra especificamente a seletividade na oxidação do glicerol,” afirmou San Miguel.

Implicações e Próximos Passos

Os achados sugerem que, apesar de a dopagem com bismuto não aumentar a atividade geral dos catalisadores de platina na oxidação de polióis, ela pode ser crucial para direcionar a formação de compostos específicos. Isso tem potencial para transformar produtos de baixo valor provenientes da biomassa em compostos de maior valor econômico.

A pesquisa continuará com estudos sobre outros dopantes e polióis com cadeias carbonadas mais longas, visando expandir as aplicações e eficiência desta técnica.

O artigo completo, intitulado "Electro-Oxidation of Polyols on Bi-Modified Pt in Acidic Media (HClO4). Understanding Activity and Selectivity Trends," pode ser acessado na revista ChemCatChem.

 

FONTE/CRÉDITOS: Agência FAPESP
Comentários:
João Vítor Fonseca

Publicado por:

João Vítor Fonseca

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )