Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 15 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Região

Justiça recebe denúncia de peculato contra ex-funcionária Hospital São João Batista de Viçosa

A hoje ex-funcionária se apropriou de pelo menos R$ 12 mil do Hospital São João Batista, entidade privada sem fins lucrativos

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 64 acessos
Justiça recebe denúncia de peculato contra ex-funcionária Hospital São João Batista de Viçosa
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Justiça Criminal de Viçosa recebeu a denúncia por peculato oferecida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), regional Visconde do Rio Branco, e pela 1ª Promotoria de Justiça de Viçosa contra uma ex-funcionária da Hospital São João Batista, investigada na Operação Ressonância, deflagrada em abril e setembro deste ano com o objetivo de apurar desvios de dinheiro público cometidos contra a instituição hospitalar.  

Com base nas investigações, o Gaeco e a 1ª Promotoria de Justiça de Viçosa concluíram que, entre maio e junho de 2022, a hoje ex-funcionária se apropriou de pelo menos R$ 12 mil do Hospital São João Batista, entidade privada sem fins lucrativos conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS). “O crime manchou o bom nome e a reputação da fundação perante a comunidade local e regional. Diante disso, foi pedida também a condenação da ex-funcionária por dano moral coletivo”, afirma o promotor de Justiça Luís Cláudio Fonseca Magalhães.  

Caso condenada, a ex-funcionária do hospital pode pegar pena superior a dez anos de reclusão e multa e ter de pagar R$ 10 mil de danos morais coletivos.  

Leia Também:

Operação Ressonância  

Nos dias 4 de maio e 21 de setembro, o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Gaeco e da 1ª Promotoria de Justiça de Viçosa, realizaram a operação Ressonância para o cumprimento de mandados de busca e apreensão nos municípios de Viçosa e Ervália e nos setores contábeis da fundação. Segundo o promotor de justiça Breno Costa da Silva Coelho, coordenador do Gaeco, a ação apurava a participação de funcionários e ex-funcionários do hospital no desvio de recursos do hospital, inclusive com a manipulação do sistema de controle financeiro da fundação.

 

Fonte: Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)

 

Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos!

Acesse o nosso site

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )