Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 25 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

“Apicultura em Minas Gerais: Desafios e Oportunidades”

“Dia do Apicultor destaca a importância da atividade no estado”

Jordana Alves
Por Jordana Alves
/ 1376 acessos
“Apicultura em Minas Gerais: Desafios e Oportunidades”
Fotos: Divulgação Emater-MG
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

No dia 22 de maio, comemora-se o Dia do Apicultor, e em Minas Gerais, essa atividade tem ganhado destaque. Nos últimos anos, a apicultura conquistou novos mercados com exportações para diversos países. Em 2023, a produção média de mel no estado foi de 7,11 mil toneladas, segundo a Emater-MG. A agricultura familiar é responsável por cerca de 80% da produção de mel e aproximadamente 70% da produção de própolis. No entanto, os apicultores enfrentam desafios como a desorganização da cadeia produtiva, sazonalidade da demanda e o trabalho com as abelhas, que exige capacitação e frequentemente resulta em ferroadas. A coordenadora Estadual de Pequenos Animais da Emater-MG, Márcia Portugal Santana, destaca que a apicultura tem crescido em todas as regiões mineiras. O Norte de Minas e o Vale do Jequitinhonha estão à frente na produção, especialmente de mel de aroeira, que possui propriedades medicinais diferenciadas. Essa região obteve uma indicação geográfica e um selo de certificação, impulsionando as vendas desse mel. Além do mel, a apicultura em Minas Gerais também envolve a produção de própolis, com cerca de 260 toneladas em 2023. O estado é o maior produtor de própolis verde. Outras fontes de receita incluem pólen, cera para velas, geleia real e veneno. No entanto, o papel mais importante das abelhas é a polinização, garantindo a produção de alimentos em geral e contribuindo para a preservação do meio ambiente. A maioria dos apicultores mineiros são pequenos produtores rurais que veem na apicultura uma segunda fonte de renda.

Tânia do Carmo Tamietti fez uma mudança significativa em sua carreira há três anos, deixando para trás a profissão de fisioterapeuta e bailarina do Palácio das Artes para se tornar apicultora em São Joaquim de Bicas, região metropolitana de Belo Horizonte. Sua paixão pelas abelhas a levou a essa nova jornada.

Atualmente, Tânia é atendida pela Emater-MG (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais), participa da Associação de Meliponicultores e Apicultores do Médio Paraopeba e Região (AmamP) e administra uma distribuidora de produtos apícolas. Ela destaca que a apicultura não é para qualquer pessoa, pois envolve um trabalho exaustivo e árduo. Mesmo com as picadas frequentes, Tânia encontra satisfação em oferecer produtos de qualidade que promovem a saúde das pessoas.

Leia Também:

Apoio à Apicultura

No ano passado, a Emater-MG prestou assistência a 4.843 apicultores, realizando 6.250 atendimentos no segmento. A instituição oferece suporte técnico tanto para associações e cooperativas quanto para produtores individuais. Além disso, promove capacitações e medidas para fortalecer a cadeia apícola, incluindo o acompanhamento do processo de certificação no Programa Certifica Minas Mel, em parceria com o IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária).

A Emater-MG também disponibiliza uma cartilha informativa sobre apicultura em seu site. Além da criação de abelhas, os apicultores devem planejar a implantação de uma “casa de mel” ou entreposto, seguindo as normas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Desafios e Oportunidades na Apicultura em Minas Gerais

A apicultura em Minas Gerais enfrenta desafios significativos, incluindo a sazonalidade da demanda, o pequeno número de unidades de beneficiamento e a desorganização da cadeia produtiva. No entanto, também há oportunidades para os apicultores se destacarem e prosperarem.

Para superar esses desafios, a coordenadora da Emater-MG recomenda algumas estratégias:

  1. Organização Coletiva: Transformar os produtores dispersos em organizações coletivas pode fortalecer sua posição no mercado. A união de esforços e recursos pode gerar benefícios significativos.

  2. Especializações e Produtos Nobres: Investir em especializações, como a produção de mel de aroeira com propriedades medicinais diferenciadas, pode agregar valor aos produtos. Além disso, explorar produtos nobres, como geleia real e própolis verde, pode diversificar a oferta.

  3. Certificação e Rastreabilidade: Buscar certificações, como o Programa Certifica Minas Mel, e garantir a rastreabilidade dos produtos é fundamental para conquistar a confiança dos consumidores e acessar mercados mais exigentes.

A apicultura é uma atividade recompensadora, mas exige dedicação e conhecimento. Com as estratégias certas, os apicultores podem enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades para prosperar no setor .

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

Participe do nosso grupo: https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw 

FONTE/CRÉDITOS: Assessoria de Comunicação – Emater-MG
Comentários:
Jordana Alves

Publicado por:

Jordana Alves

ESTUDANTE DE JORNALISMO SUPERIOR

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )