Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Domingo, 14 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Brasil/Mundo

Ucrânia ataca Moscou com drones pela sexta noite seguida

Em escalada de kiev contra a capital russa, três aparelhos foram interceptados, e um deles atingiu um préidio

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 261 acessos
Ucrânia ataca Moscou com drones pela sexta noite seguida
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Com dificuldades na contra ofensiva sobre territórios ocupados pelos russos, a Ucrânia escalou os ataques com drones contra Moscou e outras regiões do vizinho. O período entre a noite desta terça (22) e a madrugada desta quarta(23) foi a sexta vez em que aparelhos de Kiev foram abatidos sobre ou perto da capital adversário. Em Belgorodo, no sul do país, três pessoas foram mortas.

Na mais recente ação na capital, assim como nas outras, os três principais aeroportos que servem acidade foram fechados temporariamente, causando caos e filas para os passageiros. Na noite da terça, três drones foram interceptados pela defesa aérea de Moscou.

Dois caíram sem causar danos aparentes, nos bairros de Mojaiski e Khimki. Já o terceiro avião-robô atingiu novamente um prédio no distrito financeiro de Moscow-City, símbolo da Rússia pós-soviética com seus inusuais arranha-céus espelhados numa  capital que tem majoritariamente prédios mais baixos.

Leia Também:

Em duas outras ocasiões, havia sido alvejado um prédio que abriga escritórios de ministérios. Agora, segundo o prefeito Serguei Sobianin, o drone descontrolado atingiu um edifício ainda em obras. Nesta semana duas pessoas foram feridas por destroços de aviões-robôs enviados contra a capital.

Já em Belgorodo, três pessoas morreram em Lavi, junto à fronteira ucraniana. Segundo o governo local, elas estavam em um sanatório.

Esses ataques são parte de uma campanha psicológica, que visa a relembrar as elites russas em Moscou de que há uma guerra em curso. Na capital, apesar dos efeitos das sanções ocidentais devido à guerra e de eventuais outdoors louvando as Forças Armadas, os sinais de invasão de 2022 não são expressivos.

No Brics, em vídeo conferência, Putin culpa a hegemonia no mundo ocidental por levar a grave crise na Ucrânia, aonde com a ajuda de países ocidentais um golpe de estado inconstitucional foi realizado neste país e em seguida uma guerra foi desencadeada contra as pessoas que não concordavam com esse golpe , disse ele.

Ele se referiu ao conflito no leste da Ucrânia iniciado em 2014, quando, após intensas manifestações em Kiev pró-integração à União Europeia- conhecidas como "Euromaidan"-, houve um golpe de Estado no país que resultou em um conflito civil. Moscou reivindica que as populações do leste ucraniano, que tem forte presença de russos e ucranianos mais ligados à Rússia, passaram a ser reprimidas pelo poder de Kiev. 

Segundo o presidente russo, as atuais ações de intervenção na Ucrânia tem como objetivo interromper "a guerra que foi desencadeada pelo Ocidente e seus satélites na Ucrânia", apoiando a população da região de Donbass.

"Estamos gratos aos nossos colegas do Brics que estão ativamente envolvidos na tentativa de pôr fim a esta situação e alcançar uma solução justa através de meios pacíficos [...] O principal é que todos somos unânimes a favor de uma ordem mundial multipolar que seja verdadeiramente justa e baseada no direito internacional", completou

O chefe de Estado também observou que Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul estabeleceram-se legitimamente na arena global como uma estrutura de autoridade. Segundo ele, a posição da organização está em constante fortalecimento e o seu rumo vai ao encontro das aspirações da maior parte da comunidade internacional, que ele classificou como a "maioria mundial".
O chefe de Estado também observou que Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul estabeleceram-se legitimamente na arena global como uma estrutura de autoridade. Segundo ele, a posição da organização está em constante fortalecimento e o seu rumo vai ao encontro das aspirações da maior parte da comunidade internacional, que ele classificou como a "maioria mundial".
"Somos todos unânimes a favor da formação de uma ordem mundial multipolar que seja verdadeiramente justa e baseada no direito internacional, respeitando ao mesmo tempo os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas, incluindo o direito soberano e o respeito pelo direito de cada povo à sua própria modelo de desenvolvimento', destacou.

Vladimir Putin lembrou também que a Rússia assumirá a presidência rotativa do Brics em 2024 e sediará a cúpula do grupo no ano que vem.  

 

Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos!

Acesse o nosso site

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!



Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )