Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Abril de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

Serviços da Assistência Social e Casa da Mulher recebem absorventes para garantia de acesso a direitos

Biel Rocha lembrou que, em 2014, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu o direito à higiene menstrual como Direitos Humanos.

Redação
Por Redação
Serviços da Assistência Social e Casa da Mulher recebem absorventes para garantia de acesso a direitos
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Na tarde desta terça-feira, 28, equipamentos da Assistência Social e a Casa da Mulher da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) receberam a doação de absorventes higiênicos destinados a meninas e mulheres nas unidades de acolhimento. A doação foi feita atendendo a Lei 23.904 de autoria da Deputada Estadual Leninha (PT/MG), que trata da garantia de acesso das mulheres em situação de vulnerabilidade social a absorventes higiênicos, com gestão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais (Sedese-MG).

O evento ocorreu na Casa da Mulher Maria da Conceição Lammoglia Jabour da PJF e contou com a presença dos secretários municipais de Direitos Humanos e Assistência Social, respectivamente, Biel Rocha e Malu Salim, e dos secretários estaduais de Desenvolvimento Social e de Justiça e Segurança Pública, Elizabete Jucá e Rogério Greco.

Biel Rocha lembrou que, em 2014, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu o direito à higiene menstrual como Direitos Humanos. “Mulheres, por muitas vezes, passam por situações constrangedoras por problemas de saúde pelo uso de materiais inapropriados na tentativa de substituir o absorvente. A realidade nas escolas não é diferente. A cada ano, vários dias letivos são perdidos por vergonha. Nós, da Prefeitura, nos sentimos honrados com essa parceria e por terem escolhido a Casa da Mulher, que é um espaço de resistência, luta e acolhimento para esse ato”.

Representando a Assistência Social do município, Malu Salim falou que o ato representa mais dignidade e conquista de direitos por mulheres e, principalmente, as em situação de rua.
A secretária estadual de Desenvolvimento Social, Elizabete Jucá, explicou que a doação integra as atividades do mês em celebração pelo Dia Internacional da Mulher e trata da regulamentação da norma jurídica 23.904. Juiz de Fora é a primeira cidade a receber a doação.

Na oportunidade, também foi lançado, pela Polícia Civil, o programa de atendimento virtual “Chame a Frida”, para atender solicitações de mulheres vítimas de violência. O serviço já está funcionando pelo aplicativo WhatsApp, por meio do número (31) 99141-6954.

Curta e siga nossas redes sociais

Leia Também:

 


Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:

https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw 

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )