Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Segunda-feira, 22 de Abril de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

Racismo estrutural no ambiente de trabalho” é tema de roda de conversa na Prefeitura

“a oferta de empregos, até bem pouco tempo, restringia os cargos aos brancos, ao informar que não aceitavam candidatos de cor.”

Redação
Por Redação
Racismo estrutural no ambiente de trabalho” é tema de roda de conversa na Prefeitura
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Racismo estrutural no ambiente de trabalho” foi o tema abordado pela doutoranda e mestra em história pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Dalila Varela Singulane, em roda de conversa para funcionários e bolsistas da Secretaria de Turismo (Setur) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), no Anfiteatro João Carriço. De acordo com ela, a partir do século XVI, o racismo estrutural serviu como forma de desenvolvimento da economia, por meio do uso de mão de obra escravizada, quando os europeus passaram a dominar mais a navegação e chegaram à África. “A acumulação de bens e, consequentemente, o capitalismo foram conseguidos pelo uso da mão de obra escravizada”, explicou.

Segundo Dalila, mesmo no século XIX, já utilizando base científica, a escravização continuou em curso pelas teorias que viabilizaram a hierarquização pela raça, o que propiciou o surgimento, inclusive, do nazifascismo. Ela lembrou que, na ausência de universidades no Brasil, a elite cursava na Universidade de Coimbra, em Portugal, que sempre procurou justificar o colonialismo. Desta forma, explicou ela, houve a continuidade do processo de utilização da mão de obra escravizada. Dalila explicou que as teorias científicas da época apontavam que uma sociedade de mestiços, negros e indígenas seria fadada ao fracasso e ao não desenvolvimento.

Depois do processo de abolição da escravatura no Brasil, não houve esforço algum para a inserção dos escravizados na sociedade, explicou. Inicialmente, as políticas públicas para atender a população negra vieram com o intuito de “embranquecer” a sociedade. Tanto isso é verdade, argumentou, que houve um grande incentivo para o país receber italianos, portugueses e germânicos, que receberam terras e, até mesmo, tiveram sua vinda para o Brasil custeadas pelo Estado.

Ainda dentro da chamada base científica da época, havia um livro que dizia que, até 2012, o Brasil teria 80% de brancos, 3% de pardos e indígenas, e a população negra deixaria de existir. Ela afirmou que a sociedade brasileira é estruturalmente racista e citou como exemplo o fato de os negros e as negras ocuparem pouquíssimos espaços de poder no âmbito dos governos federal, estaduais e municipais. Apesar de a qualificação e o nível de escolaridade da população negra terem aumentado, a oferta de empregos, até bem pouco tempo, restringia os cargos aos brancos, ao informar que não aceitavam candidatos de cor.

O evento foi organizado pelos funcionários Lídia Queiroga, Lucas Rosa e Fernanda Pires, todos negros, e que ocupam cargos de assessoria na Secretaria de Turismo da PJF. Todos fizeram intervenções relatando as dificuldades que enfrentaram ao longo da vida, nos estudos e profissionalmente, por causa do racismo e do preconceito. O secretário de Turismo, Marcelo do Carmo, elogiou a iniciativa e falou da necessidade de se fazer rodas de conversa sobre esses temas periodicamente.

 

Leia mais em nosso portal👉🏼 link na bio

Leia Também:

Curta e siga nossas redes sociais

 

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora#juizdeforamg #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #brasil#mundo#juízdefora#juizdefora_mg#jf#ufjf#pmmg#pcmg#prefeiturajf#saudejf#juizdeforando#noticiasmg#esportes#jornalismo#jornalismoesportivo#política

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:

https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

 

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )