Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quarta-feira, 17 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Policial

Operação Segurança Máxima desmantela esquema de corrupção envolvendo policial civil

Foram apreendidos dispositivos eletrônicos, documentos, veículos de luxo, valores em dinheiro, munições, armas de fogo e uma aeronave

Ronã Guilherme
Por Ronã Guilherme
Operação Segurança Máxima desmantela esquema de corrupção envolvendo policial civil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Ministério Público de Minas Gerais deflagrou na manhã desta quarta-feira (28), a Operação Segurança Máxima, visando desvendar um esquema de corrupção, peculato, lavagem de dinheiro, constituição de milícia privada, falsidade ideológica, organização criminosa e crimes tributários envolvendo um policial civil lotado na Delegacia Regional de Ubá, na Zona da Mata Mineira. A ação, conduzida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) Regional Zona da Mata, em parceria com a Corregedoria-Geral da Polícia Civil (PC), Gaecos de Belo Horizonte e do Espírito Santo, Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça de Defesa da Ordem Econômica e Tributária (Caoet) e com o Núcleo Corregedor da PC de Juiz de Fora, cumpriu 12 mandados judiciais em Ubá, Guidoval e Guarapari/ES.

Segundo as investigações em andamento, o policial civil, juntamente com outros indivíduos, incluindo agentes públicos da área de segurança, teria adquirido diversos bens de luxo de maneira ilícita, cujos valores são desproporcionais à sua renda e evolução patrimonial enquanto servidor público.

Durante a operação, foram apreendidos dispositivos eletrônicos, documentos, veículos de luxo, valores em dinheiro, munições e armas de fogo, incluindo fuzis. Além disso, uma aeronave também foi apreendida como parte das investigações.

Publicidade

Leia Também:

A ação conta com a participação de dez promotores de justiça, 11 delegados de polícia, aproximadamente 50 policiais civis, quatro auditores-fiscais e servidores do Ministério Público dos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!
 
Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

Curta e siga nossas redes sociais.

Comentários:
Ronã Guilherme

Publicado por:

Ronã Guilherme

Aluno do curso de Jornalismo da Universidade Estácio de Sá.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )