Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

Mapeamento apresenta prévia do modelo de Rede de Prevenção e Enfrentamento às Violências no município

A iniciativa é fruto da parceria entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Redação
Por Redação
Mapeamento apresenta prévia do modelo de Rede de Prevenção e Enfrentamento às Violências no município
Cultura de Paz e Prevenção das Violências: Tecendo Redes/ Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Uma prévia dos trabalhos do Eixo de Mapeamento do projeto “Cultura de Paz e Prevenção das Violências: Tecendo Redes”, parceria entre a Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) e a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), foi apresentada na manhã desta terça-feira, 10, em um encontro entre os coordenadores da iniciativa na UFJF. O professor coordenador do Eixo, Wagner Batella, mostrou os resultados preliminares do Catálogo que referencia um modelo propositivo das instituições que integram e podem ampliar a rede de prevenção e enfrentamento às violências no município. Todo o material cartográfico, com mapas, quadros, gráficos e análises, será disponibilizado em breve à PJF.

A apresentação oficial do trabalho está agendada para o dia 2 de fevereiro, quando acontece o Fórum Presencial do “Cultura de Paz”. O professor Wagner explica que as atividades do eixo foram pautadas na resolução que norteia o Plano Municipal de Vigilância das Causas Externas e nas regras internas da cidade, como manuais, leis, instruções normativas e dos próprios processos como o Sistema Único de Saúde é estruturado. “A partir daí, estruturamos duas dimensões da Rede: a de Proteção ou Acolhimento, que envolve os serviços públicos ou conveniados, e os demais equipamentos que também prestam importante serviço se enquadram na Rede Ampliada. Também focamos em quatro eixos principais: educação, saúde, assistência social e segurança/justiça”.

A professora coordenadora do Núcleo de Pesquisa Geografia, Espaço e Ação (NuGea/UFJF), Clarice Cassab, destacou os quadros com as descrições informativas das instituições que compõem a Rede. Segundo ela, três eixos de atenção protagonizam o Catálogo: Atendimento, Responsabilização e Proteção. “Esses eixos são subdivididos em redes, que seriam de Atenção à Saúde e Assistência, Educação, Proteção, Segurança e Justiça”.

O professor coordenador do Núcleo de Estudos de Políticas de Drogas, Violência e Direitos Humanos (NEVIDH-UFJF), Paulo Fraga exibiu a Análise de Fluxo de Redes de Enfrentamento às Violências. Paulo frisou que a ideia metodológica é trabalhar com o indivíduo, mas sempre situando-o em relação ao outro. “A proposta da Rede é a de que seja, de fato, relacional”. Para a coordenadora do “Cultura de Paz”, Cacilda Andrade de Sá, a apresentação enfatizou um “material interessante, com informações importantíssimas sobre os espaços disponíveis no município que podem ser melhorados, visando um melhor atendimento”.

Outras informações: culturadepazjf.wordpress.com ou @culturadepazjf

FONTE/CRÉDITOS: Imprensa PJF
Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )