Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Saúde

Fundação Ezequiel Dias dá dicas para evitar acidentes com Aranhas-Marrons

Minas Gerais registrou mais de 1.200 ocorrências com aranhas do gênero Loxosceles nos últimos três anos

Júlia Paes
Por Júlia Paes
/ 165 acessos
Fundação Ezequiel Dias dá dicas para evitar acidentes com Aranhas-Marrons
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) registrou 1.213 ocorrências de acidentes com aranhas-marrons nos últimos três anos, com maior incidência em Manhuaçu, Pouso Alegre e Belo Horizonte. Embora a maioria dos casos sejam leves, a demora no atendimento pode agravar os sintomas, aumentando a letalidade. É essencial procurar atendimento médico rapidamente em caso de acidente com animais peçonhentos. Em Belo Horizonte, o Hospital João XXIII é a referência para esse tipo de atendimento.

Identificação das Aranhas-Marrons

As aranhas-marrons, pertencentes ao gênero Loxosceles, são identificadas pela coloração marrom a amarelo-acinzentado e possuem seis olhos dispostos em três pares. Elas têm o cefalotórax levemente achatado e uma mancha escura característica que lembra um violino. São pequenas, com até 4 cm de comprimento, e produzem teias irregulares parecidas com algodão. Podem ser encontradas tanto na natureza quanto em áreas urbanas, dentro e ao redor de residências.

Leia Também:

Sintomas e Tratamento

A picada da aranha-marrom é indolor inicialmente, mas pode causar desde lesões leves até necroses na pele e complicações graves, como problemas circulatórios e renais. Sem tratamento rápido, a picada pode levar a consequências graves, incluindo a morte. A SES-MG destaca que o tratamento para o loxoscelismo grave é a administração de soro antiaracnídico, mais eficaz até 36 horas após a picada. Casos de necrose são raros em Minas Gerais, sem registros nos últimos cinco anos.

Prevenção

Para evitar acidentes com aranhas-marrons, a Fundação Ezequiel Dias (Funed) recomenda:

  • Evitar o acúmulo de entulhos, folhas secas e lixo;
  • Inspecionar roupas, toalhas e calçados antes de usá-los;
  • Vedar frestas e buracos em assoalhos;
  • Manter ralos de cozinha e banheiros fechados;
  • Afastar camas e móveis das paredes;
  • Não colocar as mãos diretamente em pedras ou troncos podres.

 

Essas medidas são fundamentais para reduzir o risco de acidentes com aranhas-marrons e garantir a segurança da população.

 

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

 

Curta e siga nossas redes sociais.

Comentários:
Júlia Paes

Publicado por:

Júlia Paes

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )