Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Julho de 2024
rcwtv
rcwtv

Educação

Escola estadual em Nova Lima incentiva aprendizagem com ajuda de jogos eletrônicos

Atividade utilizou a exploração do game Surviving Mars, que consiste em colonizar o planeta Marte; projeto integrou aspectos matemáticos, físicos, biotecnológicos e sociais

Marcus Macedo
Por Marcus Macedo
/ 95 acessos
Escola estadual em Nova Lima incentiva aprendizagem com ajuda de jogos eletrônicos
SEE-MG / Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Escola Estadual Deniz Vale, localizada em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), vem se destacando por seus projetos educacionais inovadores. Recentemente, os alunos do 1º e 2º ano do ensino médio participaram de um projeto interdisciplinar que simulou a colonização do planeta Marte, usando recursos advindos da Terra.

O projeto incorporou as disciplinas de Núcleo de Inovação Matemática, Biotecnologia e Física, com os professores ativamente envolvidos e abrangendo conteúdos previamente estudados pelos alunos.

Para realizar a terraformação de Marte, foram utilizados diversos recursos, incluindo uma tela interativa, notebooks, tabelas de pesquisa impressas, o jogo "Surviving Mars", o Jornal Lupa como referência bibliográfica e o filme "Perdido em Marte" (2015).

Leia Também:

Durante o projeto, os estudantes exploraram áreas de pesquisa presentes no jogo, como robótica, biotecnologia, física, engenharias e aspectos sociais. Eles também realizaram estudos estatísticos sobre fenômenos como meteoros e tempestades de areia, além de pesquisar novas tecnologias em Marte que poderiam beneficiar a Terra.

Os jovens também usaram energias sustentáveis para a colonização de Marte, monitoraram investimentos e gastos em exploração espacial e investigaram tópicos relacionados à botânica.

Matheus Linhares, professor de Núcleo de Inovação Matemática, destacou que o projeto visava despertar a curiosidade dos alunos e possibilitar o acesso a conteúdos científicos por meio de mídias digitais. Ao final do projeto, uma avaliação foi realizada pelos professores para medir o desempenho e compreensão científica dos alunos.

Alunos como Thayane Cristina Silva Martiniano, Erick Willian Carvalho e Guilherme Silva Camba expressaram como a experiência enriqueceu sua aprendizagem, destacando o aspecto criativo, lógico e divertido do projeto, além de proporcionar uma experiência única e diferente do cotidiano escolar.

Matheus Linhares ressaltou a importância de variar as formas de ensino para estimular o interesse dos alunos e aproximá-los das disciplinas. Ele defende que as metodologias ativas e o trabalho interdisciplinar são essenciais nas escolas, enfatizando a valorização do conhecimento e a integração social. Segundo ele, o projeto vai além do ensino tradicional, colocando o estudante no centro do processo de aprendizagem.

FONTE/CRÉDITOS: SEE/MG - Secretaria de Estado de Educação
Comentários:
Marcus Macedo

Publicado por:

Marcus Macedo

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )