Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Política

Delgatti: Bolsonaro pediu para assumir suposto grampo contra Moraes 

Objetivo, segundo o hacker, era provocar alguma ação contra o miistro Alexandre de Moraes e forçar a realização de nova eleição, com voto impresso.

Redação
Por Redação
Delgatti: Bolsonaro pediu para assumir suposto grampo contra Moraes 
© Lula Marques/ Agência Brasil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Publicidade

Leia Também:

Com promessa de indulto presidencial, o ex-presidente Jair Bolsonaro teria pedido ao hacker Walter Delgatti Netto para assumir um suposto grampo contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes. Segundo Delgatti, o pedido partiu de uma conversa por telefone com Bolsonaro, que o teria informado de que agentes “de outro país” teriam conseguido grampear o ministro e então presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).  

A informação foi divulgada pelo hacker nesta quinta-feira (17) em depoimento à Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que apura os atos golpistas de 8 de janeiro.  

Notícias relacionadas:Fachin permite silêncio de Delgatti diante da CPMI dos Atos Golpistas.Hacker esteve em reuniões no Ministério da Defesa antes das eleições.Delgatti reafirma ter recebido R$ 40 mil de Carla Zambelli.Delgatti afirmou que não teve acesso ao grampo, mas que aceitou o pedido de Bolsonaro de assumir a responsabilidade pelo suposto equipamento usado para monitorar Moraes. “Ele disse que, em troca, eu teria o prometido indulto e ainda disse assim: caso alguém me prender, eu [Bolsonaro] mando prender o juiz e deu risada”, revelou o hacker preso por invadir o sistema do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e de outros tribunais. 

O objetivo do ato, segundo Delgatti, era provocar alguma ação contra o ministro Alexandre de Moraes e forçar a realização de nova eleição. Dessa vez, com o chamado voto impresso, modalidade que foi negada pelo Congresso Nacional em 2021. 

O hacker disse que foi procurado pela deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) com a promessa de um emprego. A parlamentar nega as acusações de ilegalidades, mas que aguarda ter acesso aos autos para se manifestar sobre todas as informações divulgadas. 

FONTE/CRÉDITOS: Lucas Pordeus León - Repórter da Agência Brasil
Comentários:
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )