Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Abril de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

Cesama realiza mais de 4 mil serviços de desobstrução de redes de esgoto no primeiro trimestre

Motivações para o entupimento das redes de esgoto são variados

Redação
Por Redação
Cesama realiza mais de 4 mil serviços de desobstrução de redes de esgoto no primeiro trimestre
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Neste primeiro trimestre de 2023, a Companhia de Saneamento Municipal (Cesama) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) executou 4.142 serviços de desobstrução de redes de esgoto. Desse total, 2.277 foram realizados com o caminhão hidrojato da empresa, enquanto as demais 1.865 demandas foram concluídas manualmente.

O entupimento ou rompimento das redes de esgoto da cidade ocorre, geralmente, em virtude de dois fatores: o descarte de lixo nos vasos sanitários, incluindo itens como papel higiênico, absorvente, fralda descartável, lenço umedecido, preservativo e fio dental, e do encaminhamento da água das chuvas, vinda de telhados, lajes e pátios, para a tubulação de esgoto.

Segundo o diretor técnico-operacional da Cesama, Márcio Augusto Pessoa Azevedo, em alguns casos, a companhia já encontrou brinquedos, panos, roupas íntimas e garrafas pet obstruindo as redes da empresa. “O cidadão precisa se conscientizar urgentemente sobre a irresponsabilidade que é jogar esse tipo de material na tubulação. Esse lixo, muitas vezes, causa problemas ainda no próprio prédio, casa ou comércio do usuário, onerando tanto ele quanto o município, pois, quando o vazamento chega às ruas o inconveniente é ainda maior, causando mau cheiro, entre outros problemas”, alerta.

Leia Também:

Já a água de chuva deve ser destinada para uma instalação própria, lançada em separado do esgoto, nunca para a caixa de inspeção. “Quando as tubulações de esgoto recebem essa água, elas extravasam, pois não foram dimensionadas para receber essa contribuição. Por isso, as redes de esgoto e de drenagem devem funcionar separadamente’’, explicou o diretor.

Para o gerente de manutenção da Cesama, Paulo Afonso Valverde Júnior, o número de vazamentos poderia ser menor, caso houvesse maior colaboração da população: “a rede pública de esgoto, como o próprio nome indica, é de uso coletivo. Cabe ao cidadão utilizá-la da maneira correta. O lixo deve ser encaminhado para o serviço de coleta do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (Demlurb). Enquanto isso, a água de chuva vinda dos telhados, lajes e pátios deve ser direcionada para a sarjeta da rua, ou seja, junto ao meio-fio. A sarjeta integra o sistema de drenagem e vai conduzir a água até uma boca de lobo”.

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )