Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Segunda-feira, 04 de Marco de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Juiz de Fora

CAEE Sul realiza evento “Entre-Conversas” para trocas de experiências de famíliares dos alunos com TEA

Além de Nathalia Meneghine, professora da Educação Básica e professora de Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Rede Municipal de Juiz de Fora

Redação
Por Redação
CAEE Sul realiza evento “Entre-Conversas” para trocas de experiências de famíliares dos alunos com TEA
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Centro de Atendimento Educacional Especializado (CAEE), unidade Sul, realizou na última sexta-feira, 19, a primeira edição do projeto "Entre-Conversas". O objetivo do encontro é abrir um espaço de "escuta afetuosa" em torno das vivências familiares dos(das) alunos(as) com Transtorno do Espectro Autista (TEA).  Atualmente a instituição acompanha 48 crianças deste público.

O evento contou com as participações de convidados, sendo um, Júlio Ventura, pai de Thales (acompanhado pelo CAEE/ Sul durante 8 anos). Júlio sempre foi  parceiro na construção de estratégias de aprendizagens com seu filho. 

Além de Nathalia Meneghine, professora da Educação Básica e professora de Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Rede Municipal de Juiz de Fora, que atua na Escola Municipal Oswaldo Velloso. Especialista em Educação, graduada em Psicologia e Psicanalista.

"É fundamental, quando falamos de Educação Inclusiva, pensar em ações que envolvam também as famílias. A roda de conversa é uma aposta na circulação da palavra, na escuta, no aprendizado que se faz no encontro. Então, essa iniciativa do CAEE é muito importante para construirmos e sustentarmos uma escola para todos.", explica Nathália.

De acordo com Marcele Barbosa, diretora do CAEE/Sul, “a primeira edição do ‘Entre-Conversas’ foi uma grande oportunidade para fomentar um espaço de ‘escuta afetuosa’ em torno das vivências familiares no processo de diagnóstico dos seus filhos(as). Questões do tipo: ‘Meu filho (a) é Autista e agora o que eu faço ?’.  É uma fala recorrente entre os familiares. É importante trocar experiências cotidianas de como lidar com restrições alimentares e hipersensibilidade sonora e comportamento agressivo, por exemplo”.

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )