Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 20 de Julho de 2024
rcwtv
rcwtv

Curiosidades

ASSISTIR CONTEÚDO PORNOGRÁFICO PODE FAZER MAL PARA A PESSOA?

Hábito de assistir pornografia pode gerar vício

Redação
Por Redação
/ 1285 acessos
ASSISTIR CONTEÚDO PORNOGRÁFICO PODE FAZER MAL PARA A PESSOA?
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Dados do senso do IBGE (2021), mostraram que 90% dos lares brasileiros tem acesso a Internet. No mesmo ano, o site Similarweb informou que entre os 10 sites mais populares do Brasil, dois publicam, exclusivamente, conteúdo pornográfico (xvideos.com e pornhub.com) e neles são realizados, mensalmente, quase sete bilhões de clicks em cada um deles. Subjacente a estes dados, de acordo com a pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas no Brasil estão ativos 249 milhões de aparelhos celulares. Esse número é maior do que a quantidade de habitantes do país, o que gera uma média de mais de 2 equipamentos por pessoa. Baseado nos três indicadores apresentados infere-se que as condições para se acessar o conteúdo pornográfico no Brasil estão postas. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Quantas Estudos e Pesquisas de Mercado em 2018, 22 milhões de pessoas admitiam consumir pornografia. Em outra direção a literatura especializada neste tema tem destacado que o hábito em foco pode trazer diversos males para os que acessam a este conteúdo. Portanto, lastreado pelos dados apresentados e no último dado em tela, que certamente encontra-se subestimado, podemos inferir que os brasileiros possuem o hábito de assistir conteúdo pornográfico e este pode fazer mal para a saúde. Sendo assim, surge a seguinte questão, assistir conteúdo pornográfico faz mal para a saúde? Antes de discutirmos o tema, faz-se necessário conceituar o termo pornografia. O dicionário Micaelis (2023) afirma que o termo significa: devassidão, libertinagem, imoralidade, e qualquer objeto ou situação que explore o sexo de maneira vulgar ou obscena.Para além do significado destacamos que consumir conteúdo pornográfico é um fenômeno comum na sociedade moderna visto que, devido ao avanço da inclusão digital e do acesso a internet, bem como a posse dos aparelhos celulares ser muito comum, algumas pesquisas ressaltam que este hábito tem iniciado cada vez mais cedo, inclusive com crianças com idade em torno dos nove anos, ou seja é possível acreditar que todas as faixas etárias acessam conteúdo pornográfico. Cercado pelo anonimato e pela grande facilidade de acesso aos vídeos, fotos e textos esse hábito pode gerar danos ao que tange a saúde física e mental dos internautas. Segundo diversos pesquisadores, tal costume pode gerar: o desinteresse pela relação sexual real, ver o corpo do parceiro como um objeto, tornar o ato sexual violento, desenvolver a disfunção erétil, perder o interesse pelo corpo do parceiro, gerar um estado anímico depressivo e problemas mais graves. De acordo com o o psicólogo e neurocientista Eslen Delanogare um dos grandes problemas que podem acometer os indivíduos que acessam com frequência conteúdos de cunho pornográfico é o vício e a dependência química. Para este pesquisador tratar o vício em pornografia é mais difícil do que tratar o vício em cocaína. Isso ocorre, pois ao assistir um filme pornográfico e depois masturbar-se o cérebro da pessoa recebe uma alta descarga de dopamina que chega a ser dez vezes maior do que é liberado durante uma relação sexual. Para Delenogare este é o motivo do vício, já que a descarga de dopamina gera no indivíduo o desejo de alcançar sempre o mesmo nível de dopamina conseguido mediante o processo de consumir conteúdo pornográfico. Por este motivo, ao repetir este hábito o indivíduo condiciona seu cérebro aos níveis alcançados anteriormente, obrigando-o a buscar a mesma fonte de prazer. Este problema tem sido identificado com tamanha frequência pelos psicólogos e psiquiátras que foi elaborado um teste científico para identificar se um indivíduo já se tornou viciado em pornografia ( https://vicioempornografiacomoparar.com/teste-de-vicio-em-pornografia/). Sendo assim, torna-se necessário divulgar e discutir este tema, visto que na mesma medida que se aumenta o número de pessoas que acessam aos sites que veiculam tal conteúdo, infere-se que esteja aumentando o número de viciados em pornografia bem como é possível que os males anteriormente citados possam estar acometendo a saúde física e mental dos indivíduos de forma silenciosa e exponencial.

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site 

Publicidade

Leia Também:

https://www.rcwtv.com.br/

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

 

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )