Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Domingo, 21 de Abril de 2024
rcwtv
rcwtv

Juiz de Fora

Prefeitura promove encontro aberto ao público sobre trajetória da primeira escritora negra do Brasil

No encontro, será lançado o livro “Maria Firmina dos Reis: diálogos contemporâneos”

Redação
Por Redação
Prefeitura promove encontro aberto ao público sobre trajetória da primeira escritora negra do Brasil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A vida e a obra da maranhense Maria Firmina dos Reis (1822–1917), considerada a primeira escritora negra do Brasil, serão tema de uma roda de debate na próxima sexta-feira, 24, às 18h, no Espaço Cidade (Paço Municipal – Avenida Rio Branco, 2.234 – Parque Halfeld – Centro). Com entrada franca, o evento “Por que precisamos ler Maria Firmina dos Reis?” terá a presença da multiartista carioca Renata Di Carmo, da gerente do Departamento de Memória e Patrimônio Cultural (Dmpac) da Fundação Cultural Alfredo Ferreira Lage (Funalfa), Maria Luiza Igino Evaristo, da jornalista Lucimar Brasil e da presidente do Conselho para a Promoção da Igualdade Racial (Compir), Marilda Simeão. O evento é promovido pela Prefeitura de Juiz de Fora (PJF), por meio da Funalfa, com apoio da Livraria Quarup.

No encontro, será lançado o livro “Maria Firmina dos Reis: diálogos contemporâneos”, de Renata Di Carmo, que leva o selo Bambual Editora. Nele, a autora destaca a atualidade da escrita da maranhense. O objetivo da roda de conversa é resgatar e divulgar o trabalho da bicentenária Maria Firmina, ainda pouco conhecido, apesar de seu pioneirismo e sua relevância literária. Filha de mãe negra e pai branco, ela passou boa parte da vida na casa de tio materno, que tinha melhores condições materiais. Tornou-se professora e sempre manteve uma postura antiescravista. Em 1847, foi a primeira mulher aprovada em um concurso público no Maranhão. Em 1859, estreou no mundo literário com o romance “Úrsula”.

Também assina outras publicações, como os contos “Gupeva” e “A Escrava” e o livro de poemas “Cantos à beira-mar”. O “Hino da Libertação dos Escravos”, em louvor à abolição, é outra obra de sua autoria.


Convidada especial

Doutoranda e mestra em Letras, especialista em Comunicação, graduada em Artes Cênicas, Cinema e Jornalismo, Renata Di Carmo desenvolve pesquisa em Novas Narrativas e Performances Negras, com prêmios pela Faperj e Capes. É autora do livro e atua como autora-roteirista, atriz, escritora, diretora, cineasta, poetisa, criadora de conteúdo, jornalista, crítica de artes, ensaísta, além de estar à frente da Churinga Produções. Tem trabalhado para empresas como HBO, Amazon, Netflix, Disney, Globoplay, Canal E! e Universal Channel. Entre os trabalhos que irão ao ar em breve estão as séries “Torto Arado”, “Cidade de Deus” e “Candelária”. 

 

Curta e siga nossas redes sociais

Leia Também:

 

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora#juizdeforamg #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #braReceba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:

https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )