Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Cultura e Entretenimento

Plano Estadual de Bens Culturais da Fé e sua Promoção Turística e projeto Minas Santa são apresentados no Museu Mineiro

O Plano Estadual visa promover, capacitar e estruturar o turismo da fé em Minas Gerais; o Minas Santa divulgará a programação da Semana Santa

Redação
Por Redação
Plano Estadual de Bens Culturais da Fé e sua Promoção Turística e projeto Minas Santa são apresentados no Museu Mineiro
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Ao longo do ano, diversas cidades mineiras recebem visitantes interessados nas igrejas, santuários, caminhos e rotas, dentre outros espaços consagrados pelos ritos da fé. As expressões culturais, como os tapetes devocionais de Ouro Preto, o toque dos sinos de São João del Rei, a arquitetura local, as obras de arte, além da própria busca pelo autoconhecimento, são atrativos que permeiam as atividades turísticas ligadas à fé.   

 

Com o objetivo de estruturar, capacitar e promover o turismo da fé no estado, o Governo de Minas Gerais, por meio das Secretarias de Estado de Cultura e Turismo (Secult) e de Desenvolvimento Social (Sedese), Polícias Civil (PCMG) e Militar (PMMG), além do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG), apresentou, nesta terça-feira (14), no Museu Mineiro, o Plano Estadual de Bens Culturais da Fé e sua Promoção Turística e o projeto turístico Minas Santa para divulgar as programações da Semana Santa.  

Publicidade

Leia Também:

 

As estratégias são realizadas em parceria com o Sebrae, a Fecomércio e a CDL, e com apoio da Associação Mineira de Municípios, Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais, Rede de Gestores Municipais de Cultura e Turismo de Minas Gerais e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).  

  

As iniciativas visam posicionar Minas entre os principais destinos de fé do país por meio da divulgação e promoção de experiências desse segmento nas redes sociais e no Portal Minas Gerais, bem como com ações em feiras de expressividade nacional e Internacional. O objetivo é apresentar um portfólio consistente com a oferta disponível em Minas Gerais, estimulando o incremento no fluxo turístico e na geração de emprego e renda para os municípios mineiros, em harmonia com a proteção e valorização dos bens culturais da fé. O portfólio com os principais destinos turísticos em Minas Gerais para Semana Santa de 2023 será divulgado no dia 1º de abril. 

 

Diversas entidades aderiram à iniciativa. Um dos exemplos é a Fecomércio, que participará em especial nas ações de promoção dos pratos tradicionais da cozinha mineira relacionados à fé. Já o Sebrae fará a estruturação das rotas, a execução de capacitação e os treinamentos, além de realizar ações de promoção dos destinos turísticos junto a influenciadores, mídia e trade turístico. A CDL, por sua vez, atuará na realização de oficinas de tapetes devocionais em Belo Horizonte.  

 

Toda a estrutura da Secult está mobilizada em prol da realização do Plano Estadual de Bens Culturais da Fé e sua Promoção Turística e do projeto turístico Minas Santa. Cada área contribuirá com seu conhecimento buscando otimizar os recursos disponíveis e com atuação em todo o processo. Desde a realização de ações de estímulo à proteção dos bens culturais, através do processo de catalogação e registro dos bens tombados, festejos, modos de fazer e saberes à criação de uma programação especial inspirada na religiosidade e na fé, a fim de descentralizar o acesso dos mineiros ao turismo da fé.  

 

“Cerca de 80% do turismo que se faz em Minas é turismo cultural e a fé também é cultura. Então, todo esse legado das tradições sejam elas materiais ou imateriais são atrativos importantíssimos para consolidarmos Minas Gerais também como destino turístico da fé, o que vai além da Semana Santa. Esta terá a partir de agora um projeto específico que é o Minas Santa, voltado para a divulgação da programação da Semana Santa de Minas Gerais, que abarca diversa expressões, como o canto, o teatro, em verdadeiros espetáculos da fé”, pontuou o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas Oliveira.  

 

De acordo com o secretário, o Natal da Mineiridade a partir de agora também se insere no Plano Estadual de bens Culturais da Fé. “Nós não podemos esquecer que o Natal é um bem de fé, como diversas outras comemorações que acontecem ao longo do ano e passarão a fazer parte da política estadual do turismo da fé”, completou.  

 

Em sua apresentação, Subsecretário de Estado de Turismo, Sérgio de Paula e Silva Júnior, detalhou como o cadastro da programação de Semana Santa dos municípios contará com apoio da Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais (Fecitur), da Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais e da Rede de Gestores Municipais de Cultura e Turismo de Minas Gerais. A ideia é mobilizar as prefeituras para que encaminhem informações sobre os eventos relacionados a essa época do ano. 

 

“Hoje temos 63 municípios com programação de Semana Santa cadastrados nas plataformas da Secult. E temos uma meta de que até 2024 alcancemos 200 cidades que possam ter eventos estruturados. Nós sabemos que todos os municípios comemoram a Semana Santa, mas nem todos têm atrações que possam funcionar como atrativos turísticos”, comentou o Subsecretário.  

 

Minas Santa  

 

Uma das primeiras ações será a divulgação da programação da Semana Santa, que é um dos pontos altos do turismo da fé no estado. Deste momento em diante, será estimulada a promoção contínua dos destinos em 2023 e nos anos seguintes.   

 

Haverá a criação de um portfólio com a programação da Semana Santa, a partir do conteúdo compartilhado pelos municípios participantes, incluindo suas celebrações e experiências de fé. Esse material poderá ser acessado no site minasgerais.com.br.  

 

Oficinas em Ouro Preto e em Belo Horizonte, mostras, cursos no Palácio das Artes e nos equipamentos que integram o Circuito Liberdade ampliarão o projeto turístico voltado para esse período.  

 

Está prevista para o dia 1º de abril a Oficina educativa de Tapetes Devocionais, promovida pela Fundação Clóvis Salgado, gratuita e com inscrição via Sympla. O encontro começará às 9h, na Alameda Travessia, na Praça da Liberdade. Voluntários da Igreja da Boa Viagem, coordenados pela equipe Casa Câmara, construirão um tapete de 240 metros de comprimento. Haverá arrecadação de alimentos para a campanha da fraternidade. 

 

A oficina também terá transmissão online, garantindo que um maior número de pessoas tenha conheça um pouco mais sobre a história, tenha acesso à informação sobre os principais materiais usados e aprenda o passo a passo necessário para a confecção dos tapetes devocionais, que marcam um momento de muita criatividade e comunhão durante a Semana Santa.  

 

No dia 2 de abril, Domingo de Ramos, será realizada, às 8h, uma missa e benção dos ramos na Igreja da Boa Viagem. Às 8h30 ocorrerá a Procissão de Ramos, com saída da Boa Viagem, acompanhada pela Banda de Música da Polícia Militar de MG. O itinerário seguirá pela Rua Aimorés, entrando no trecho em contramão da Avenida João Pinheiro até a Praça da Liberdade. Às 9h30, na Alameda Travessia, será realizada a Missa Campal, em frente ao Palácio da Liberdade. 

 

Empresa Mineira de Comunicação  

 

A divulgação dos destinos também será realizada por meio de programas veiculados na Rádio Inconfidência e na Rede Minas. As diversas formas da fé e os eventos da Semana Santa serão abordados em cobertura especial, tanto presencial quanto a partir dos conteúdos enviados pelos municípios.  

 

Uma mostra com filmes, longas e curtas-metragens, e programas especiais da Rede Minas e da Rádio Inconfidência, que tratam dessa temática, estará disponível com acesso gratuito na plataforma de streaming EMCPlay.   

   

Fundação Clóvis Salgado  

 

A exposição “Hélio Petrus, contínuo barroco” será apresentada na Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard, no Palácio das Artes, a partir do dia 22 de março. A mostra celebrará os 80 anos do artista mineiro Hélio Petrus. Nascido em Mariana, Petrus é um dos principais expoentes da Arte Sacra no Brasil, se destacando no movimento neobarroco nacional. Serão apresentadas esculturas, talhas e querubins, ressaltando diversas técnicas pelas quais o artista é reconhecido e que representam o trabalho dos santeiros de Minas Gerais.  

 

A “Mostra Épicos da Fé” começará no dia 7 de abril, no Cine Humberto Mauro. Ela reunirá clássicos do cinema mundial que interpretam a paixão de cristo em diversos estilos e obras icônicas do cinema mineiro que abordam diversas festividades locais de dimensão social, cultural, artístico-religiosa. Haverá também exibição online na plataforma CineHumbertoMauroMais.com.  

 

O Curso de Extensão Fé Cênica: a construção de personagens épicos será outra iniciativa da FCS. O encontro será promovido virtualmente através do Cefart Virtual - programa de formação à distância, no dia 24 de março, a partir das 10h, com carga horária total de duas horas. O objetivo será oferecer a oportunidade de qualificação de artistas amadores que realizam as tradicionais encenações ligadas a festividades mineiras de caráter artístico, cultural e religioso.   

 

O ator profissional, professor de teatro e diretor de programação da Fundação Clóvis Salgado, Bruno Hilário, vai apresentar processos de criação, construção, concentração e realização cênica para o público interessado em profissionalizar a performance. A atividade envolverá dinâmicas e técnicas voltadas para iniciantes. Serão oferecidas 30 vagas e a proposta é que o grupo possa participar de uma ação continuada de formação ao longo do ano de 2023.   

 

Inscrições: serão feitas pelo site fcs.mg.gov.br.  

 

Exposição coletiva  

 

A Superintendência de Bibliotecas, Museus, Arquivo Público e Equipamentos Culturais (SBMAE) prepara uma exposição coletiva centrada no tema: religiosidade em Minas Gerais. A mostra será inaugurada no dia 4/4, no Museu Mineiro. A Biblioteca Pública Estadual, os Museus geridos pelo Estado e o Arquivo Público Mineiro serão responsáveis pela exposição. 

 

Biblioteca Pública Estadual 

 

Com a reabertura do setor de Empréstimos Domiciliares, a Biblioteca Pública Estadual, celebra o Minas Santa com o “Mês do Perdão”, onde os leitores que pegaram livros emprestados antes da pandemia poderão devolver os livros sem multa até o dia 28 de abril de 2023. 

 

Iepha/MG  

 

O Iepha criará o cadastro de calendário das celebrações e ritos da Quaresma e Semana Santa para coletar informações e mapeamento que irão gerar um guia eletrônico de promoção do turismo e valorização da fé em Minas Gerais. Uma dessas manifestações são as Charolas de Minas, um tipo de folia que sai apenas durante a quaresma. 

 

Com isso, os municípios do Estado que aderirem aos cadastros do Iepha relacionados ao calendário de festividades receberão pontuação diferenciada no Programa ICMS Patrimônio Cultural. Outra ação do Instituto será a promoção do rito do Banho de Cachaça em Nosso Senhor dos Passos que ocorre com a presença de religiosos e devotos no distrito de Morro Vermelho, em Caeté. 

 

Fundação de Arte de Ouro Preto   

 

A FAOP realizará o acompanhamento da capacitação dos multiplicadores no fazer tradicional dos tapetes de serragem para até 80 multiplicadores de 8 macrorregiões de Minas Gerais. Os multiplicadores receberão ajuda de custo para receber a capacitação e serão responsáveis por replicar o aprendizado em seus municípios.  

 

Também apoiará a realização do Seminário de Bens Culturais da Igreja, promovido pelo Instituto Territórios Criativos, de Mariana, com previsão para acontecer em agosto, mês dedicado ao Patrimônio. 

 

Turismo da Fé 

 

No âmbito do Plano Estadual de Bens Culturais da Fé e sua Promoção Turística, o Iepha/MG realizará a abertura do processo para identificação e registro das Romarias para estudos de tombamento dos lugares em que elas ocorrem, com a identificação de festejos relacionados a santos de devoção.  

 

Assim como está em andamento pelo Iepha a ampliação do Guia de Circuito de Presépios e Lapinhas de Minas que em 2023 atinge a sua 8ª edição. O guia é uma ação de preservação das Folias de Minas, reconhecidas desde 2017 como patrimônio cultural de natureza imaterial de Minas Gerais. 

 

O Iepha está realizando estudos de revalidação da Festa de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos de Chapada do Norte, registrado como patrimônio cultural imaterial pelo Estado em 2013, conforme determina o decreto n. 42505 que prevê a revalidação a cada 10 anos. 

 

O Instituto pretende fazer a entrega às paróquias e prefeituras do Inventário dos acervos das Igrejas pertencentes aos Núcleos Históricos e Tombados de Santa Bárbara, Brumal e Barão de Cocais. 

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )