Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 23 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Economia

Governos do Sul e Sudeste se unem na COP 28 para impulsionar mercado de carbono voluntário

Representantes do Cosud buscam soluções inovadoras e compromissos para neutralizar emissões na Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas

Carlos Aquino
Por Carlos Aquino
/ 70 acessos
Governos do Sul e Sudeste se unem na COP 28 para impulsionar mercado de carbono voluntário
Imprensa MG / Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) se reuniu nesta segunda-feira (4) na COP 28, nos Emirados Árabes, com empresas do mercado de carbono voluntário. O vice-governador, Professor Mateus, apresentou as diretrizes do Estado na mesa da Associação Internacional de Comércio de Emissões (Ieta), destacando o papel dos estados na ambição climática brasileira e as soluções baseadas em mercados de carbono regulado e voluntário.

Durante a conferência, o vice-governador reiterou o compromisso firmado pelo Cosud em outubro, que prevê o replantio de 100 milhões de árvores de Mata Atlântica, abrangendo mais de 90 mil hectares de mata natural. Este compromisso faz parte do "Tratado da Mata Atlântica", criado durante a nona edição do Cosud, visando a restauração do bioma até 2026.

O foco da reunião foi o mercado de carbono, um sistema de precificação que estabelece limites para emissões de gases de efeito estufa. O vice-governador enfatizou a importância do mercado voluntário, onde empresas, sem estar sujeitas a sistemas de comércio de emissões, buscam reduzir ou neutralizar suas emissões como parte de metas voluntárias de responsabilidade corporativa.

Leia Também:

Em agosto deste ano, o Governo de Minas, em parceria com a Ieta e a Fiemg, promoveu o workshop "Mercados de carbono: caminhos para impulsionar soluções climáticas baseadas em mecanismos de mercado em Minas Gerais". O evento buscou identificar soluções para o desenvolvimento de uma política que impulsione reduções de emissões de gases de efeito estufa e projetos de créditos de carbono no estado.

O Consórcio de Integração Sul e Sudeste, criado em 2019, atua conjuntamente para encaminhar demandas comuns de forma consolidada à União. O "Tratado da Mata Atlântica" é uma das maiores medidas adotadas pelo consórcio em meio ambiente e desenvolvimento sustentável, reforçando o compromisso dos estados na restauração do bioma e no aumento das reservas florestais para a descarbonização do planeta.

 

Se você achou esta matéria interessante e relevante, compartilhe com seus amigos e familiares.

Para receber as principais notícias do dia na palma da sua mão, participe do nosso grupo no WhatsApp. Lá, você terá acesso a atualizações em tempo real. Não perca tempo, junte-se a nós agora.

Comentários:
Carlos Aquino

Publicado por:

Carlos Aquino

Cursando Jornalismo na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF)

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )