Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 20 de Julho de 2024
rcwtv
rcwtv

Ciência e Tecnologia

Engajamento nas redes sociais em 2023

Veja lista de engajamento nas redes sociais para 2023 e quais redes tem o maior número de contas

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 321 acessos
Engajamento nas redes sociais em 2023
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

As redes sociais dos brasileiros em 2023:

 

O WatsApp é a rede social mais utilizada no Brasil. Segundo dados da We are social, 93,4% das pessoas que usam internet no país também utilizam o mensageiro. O segundo do pódio é o you tube, seguido pelo Instagram. O Facebook é o quarto entre os mais utilizados, segundo informações da Meta.

Leia Também:

Aí vai a lista:

1-WatsApp- 142,2 milhões (de contas)

2-Youtube- 142 milhões

3-Instagram- 113,5 milhões

4-Facebook- 109,1 milhões

5-TikTok- 82,2 milhões

6-Facebook messenger- 62,05 milhões

7-Twitter- 24,3 milhões

8-Pinterest- 28,5 milhões

9-Linkedln- 59 milhões

10-Snapchat- 7,65 milhões

 

E quais são as tendências de engajamentos das redes sociais em 2023 para você observar o comportamento e  alavancar no seu trabalho e vendas?

Aí estão:

  1. Autenticidade- Do lado das marcas, o que se espera é o alinhamento entre o discurso de autenticidade e a prática. Na hora de elaborar campanhas com influenciadores, por exemplo, é preciso considerar se aquelas pessoas refletem os valores e o universo do negócio. Para gerar relações fortes, o conteúdo precisa ser relacionável.
  2. Microinfluenciadores - Por eles estarem mais próximos de seus públicos, podem adaptar melhor a mensagem do negócio aos mais variados grupos.  Além disso, em uma época de orçamentos apertados, a parceria com  microinfluenciadores e mais acessível para as empresas.
  3. Cultivando comunidade- Enquanto as plataformas perdem o quê de social, as marcas que conseguem cultivar comunidades podem reter o engajamento. Comunidades são grupos de pessoas que gostam ou se interessam pelo seu produto em comum. Nesse sentido, uma solução é investir no conteúdo gerado pelos usuários. Trazer os seguidores para dentro de uma comunicação e ter um olhar atento para participar dos assuntos do momento são formas de manter a conversa ativa nas redes sociais.
  4. Redes sociais descentralizadas- Parte considerável do público digital busca maior controle sobre a forma de consumir conteúdo. A partir disso, as redes sociais descentralizadas crescem como uma das grandes tendências para 2023. Exemplos como Mends, Mastodon e BlueSky, esta desenvolvidada pelo criador do Twitter, apontam , para um futuro em que o usuário controla o algoritmo, e não o contrário. Essa descentralização exigirá novas estratégias das marcas. Nas redes descentralizadas, o foco deves er em fortalecer comunidades, falar com públicos menores de de forma mais próxima.
  5. Apesar do crescimento de novas redes sociais, gigantes como Facebook, Instagram e Youtube continuarão muito presentes na vida do consumidor. Mas nessas redes as marcas precisarão dançar conforme a música. E o próprio Mark Zuckeberg já avisou que 30% a 40% do feed dos usuários será composto por sugestões de inteligência artificial. Então é preciso ficar de olho no que cada rede prioriza em seu algoritmo para conseguir furar a bolha.
  6. Vídeos curtos- Uma das formas de hackear o algoritmo é por meio de vídeos curtos, ou pílulas de conteúdo para o rápido consumo.
  7. Redes sociais crescem na sombra do Twitter- Desde que Ellon Musk comprou o Twitter, a rede microblog perdeu metade do seus anunciantes, devido a riscos de segurança da marca e problemas de suporte, e a redeKoo ganhou quase 3 milhões de usuários no Brasil em poucos dias.
  8. QG da crise- É urgente que as empresas tenham um manual para lidar com crises nas redes sociais. Nunca se sabe de onde o cancelamento pode vir: de um comentário do cliente, de uma fala das lideranças ou da parceria com influentciadores. Por isso mesmo, os negócios precisam se manter atentos e preparados para agir rapidamente.
  9. Atendimento ao cliente- A Hubspot ressalta a importância dos chatbots para automatizar o processo e não sobrecarregar os atendentes.
  10. Social commerce- As vendas pelas redes socias é uma das principais tendências do varejo. Isso significa que as marcas devem investir em SEO para as redes. A partir disso,, é preciso investir também em conteúdos que unam intretenimento e vendas. Transmissões ao vivo com demonstração de produtos e a possibilidade de compra pelas redes tem se tornado uma prática cada vez mais difundida e valem ser incluídas na sua estratégia
Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )