Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Juiz de Fora

PJF amplia público da vacinação contra a Influenza nesta quarta, 12

Fique atento aos novos grupos alvos da Campanha de Vacinação contra a Influenza

Redação
Por Redação
PJF amplia público da vacinação contra a Influenza nesta quarta, 12
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) amplia nesta quarta-feira, 12, o público da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Agora estão aptos a se vacinarem contra a gripe as pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, a população privada de liberdade e Adolescentes em medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional, Forças de Segurança e Salvamento, Forças Armadas, Caminhoneiros, Trabalhadores de Transporte Coletivo Rodoviário de Passageiros Urbano e de Longo Curso, e Trabalhadores Portuários.

Seguem como grupos prioritários as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as pessoas com 60 anos ou mais; as gestantes e puérperas (até 45 dias pós-parto); os trabalhadores de Saúde de 18 anos ou mais; e os professores. Tão logo o município receba mais doses, o público-alvo será ampliado. 

A aplicação acontece nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município, de 8h às 10h30 e de 13h às 16h. O Serviço Saúde do Idoso (Sasi) também aplica os imunizantes, exclusivamente para a população maior de 60 anos, de 8h às 12h, e o Centro de Vigilância em Saúde oferece os imunizantes para as crianças de seis meses a menores de seis anos, para as grávidas e puérperas, de 8h às 12h e das 13h às 16h.

A vacinação contra o vírus da gripe possibilita a prevenção e o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga da doença, reduzindo os sintomas, que podem ser confundidos com os da Covid-19.

A vacina contra a Influenza pode ser recebida conjuntamente com os imunizantes contra a Covid-19 e outras vacinas sem qualquer tipo de problema. 

São considerados trabalhadores da saúde aqueles que atuam em espaços e estabelecimentos de assistência e vigilância à saúde, sejam eles hospitais, clínicas, ambulatórios, laboratórios e outros locais. Assim, compreende tanto os profissionais da saúde, como médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontologistas, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais de educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares; quanto os trabalhadores de apoio, como recepcionistas, seguranças, pessoal da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias e outros, ou seja, aqueles que trabalham nos serviços de saúde, mas que não estão prestando serviços diretos de assistência à saúde das pessoas.

Incluem-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares, como os cuidadores de idosos e doulas/parteiras. A vacina também será ofertada aos estudantes da área da saúde que estiverem prestando atendimento na assistência dos serviços de saúde. Para fins de comprovação, os trabalhadores de saúde devem apresentar documento que comprove sua vinculação ativa como profissional. O mesmo serve para os profissionais das demais áreas e também os professores das escolas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) e superior, de caráter público e privado.

 

Leia Também:

Sobre as comorbidades, para receber a vacina contra a influenza é necessário apresentar documento que ateste a condição. São aptas a se vacinar as pessoas com doenças respiratória, cardíaca, renal, hepática e neurológica crônicas; diabetes; imunossupressão; obesos grau III; transplantados; e pessoas com trissomias.


A vacina oferecida é a trivalente, capaz de proteger contra os três principais tipos de vírus “da gripe” em circulação: Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B. A imunização previne complicações decorrentes da doença, óbitos e suas consequências sobre os serviços de saúde, além de minimizar a carga viral, reduzindo os sintomas, que podem ser confundidos com os da Covid-19.


Locais:
 

Unidades Básicas de Saúde (UBS): das 8h às 10h30 e das 13h às 16h (segunda a sexta), das 8h às 10h30 e das 13h às 14h30 (quinta-feira).
 

O Serviço Saúde do Idoso (Sasi) - Rua Batista de Oliveira, n° 943 - Centro - Exclusivo para os maiores de 60 anos: de 8h às 12h.
 

Centro de Vigilância em Saúde - Rua Antônio Martins, 92, no Morro da Glória - exclusivo para crianças de seis meses a menores de seis anos, para as grávidas e puérperas: 8h às 12h e das 13h às 16h (segunda a sexta).

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )