Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quinta-feira, 18 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Saúde

UFJF Realiza Testes para Identificação de Dengue em Regiões de MG

Laboratórios da Universidade Atuam Contra Epidemia de Arboviroses

A Notícia em Primeira Mão .
Por A Notícia em Primeira Mão .
/ 120 acessos
UFJF Realiza Testes para Identificação de Dengue em Regiões de MG
Alexandre Dornelas
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A corrida contra a dengue está a todo vapor, com os laboratórios da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) desempenhando um papel crucial na detecção precoce da doença em regiões de Minas Gerais. Em meio a salas de atendimento médico lotadas e uma busca frenética por repelentes nas farmácias, a UFJF intensifica seus esforços para combater a propagação dessas doenças virais.

Análise de Amostras em Alta Demanda

Os laboratórios da UFJF têm enfrentado uma demanda intensa desde o início deste ano, realizando análises de testes moleculares para identificação de dengue, zika e chikungunya, as conhecidas arboviroses. Cerca de 300 amostras são recebidas semanalmente, abrangendo uma área significativa com 52 municípios mineiros e uma população de 1 milhão de habitantes.

Taxa de Positividade e Precauções Necessárias

Segundo dados dos laboratórios, a taxa de positividade para dengue varia, sendo de 25% no Laboratório de Biologia Molecular da Faculdade de Farmácia e 60% no Centro de Estudos em Microbiologia do Instituto de Ciências Biológicas (Cemic/ICB). Isso evidencia a urgência do problema na região.

Leia Também:

É fundamental que a população esteja atenta aos sintomas da dengue, que incluem febre alta, dores de cabeça e no corpo, além de outros sintomas como diarreia, vômito e manchas na pele. O diagnóstico precoce é crucial, pois a coleta de sangue para o exame de RT-PCR deve ser feita até o quinto dia de sintomas.

Importância da Parceria e Pesquisa Contínua

Os laboratórios da UFJF têm desempenhado um papel vital no enfrentamento das arboviroses, inclusive colaborando no combate à pandemia de COVID-19. A parceria com o governo estadual e o status de centros colaboradores da Rede de Laboratórios de Saúde Pública de Minas Gerais demonstram o compromisso da universidade com a saúde pública.

Além das análises para arboviroses, os laboratórios também realizam testes para febre amarela, destacando-se como importantes centros de pesquisa e apoio à comunidade.

Combate ao Mosquito e Pesquisa em Andamento

Enquanto a população enfrenta os desafios da epidemia de dengue, os especialistas alertam para a importância da eliminação dos criadouros do mosquito Aedes aegypti, principal vetor das arboviroses. Além disso, a pesquisa científica continua buscando novas estratégias de controle, incluindo modificação genética do mosquito e desenvolvimento de vacinas.

FONTE/CRÉDITOS: Diretoria de Imagem UFJF
Comentários:
A Notícia em Primeira Mão .

Publicado por:

A Notícia em Primeira Mão .

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )