Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 25 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Policial

Suspeito de torturar companheira é preso pela PCMG em Contagem

As agressões incluíram socos, asfixia e afogamento no chuveiro, levando a vítima a desmaiar em diversas ocasiões

Redação
Por Redação
/ 462 acessos
Suspeito de torturar companheira é preso pela PCMG em Contagem
PCMG/Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) efetuou a prisão de um homem de 38 anos suspeito de cometer um crime de tortura contra sua companheira em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A vítima, uma mulher de 24 anos, chegou à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) em estado debilitado, necessitando de atendimento imediato.

Detalhes do crime e resgate da vítima

Segundo relatos da vítima à delegada Mellina Clemente, titular da Deam, o episódio de tortura ocorreu após uma discussão do casal, em que o suspeito passou a desconfiar de uma suposta traição por parte da mulher. Ao acordar, a vítima encontrou-se amarrada na cama e foi submetida a agressões físicas severas durante várias horas, com o intuito de obter uma confissão.

As agressões incluíram socos, asfixia e afogamento no chuveiro, levando a vítima a desmaiar em diversas ocasiões. A situação se agravou ao ponto de a mulher perder o controle de suas funções fisiológicas. Ao ser ouvida na delegacia, ela precisou utilizar um travesseiro para se sentar, que rapidamente ficou encharcado de sangue.

Publicidade

Leia Também:

A vítima foi resgatada pelos sogros, que desconfiaram da situação quando foram à residência do casal para deixar a filha deles. O suspeito tentou impedir sua entrada, mas a sogra percebeu algo de errado e seguiu para o quarto da vítima, onde a encontrou em estado de debilidade extrema. A polícia foi acionada e o suspeito fugiu.

Antecedentes e investigações em andamento

O suspeito já possui histórico de violência doméstica, tendo agredido uma ex-companheira em 2016, ocasionando uma lesão grave em sua mão. Esse caso também está sob investigação. A Deam trabalha há anos com casos de violência doméstica, e o atual episódio chocou a equipe devido à sua natureza brutal.

A Polícia Civil segue com as investigações para reunir provas e concluir o inquérito. O suspeito permanece sob custódia e será indiciado por tortura e outros crimes relacionados à violência doméstica.

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: link do grupo do Whatsapp

FONTE/CRÉDITOS: PCMG
Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )