Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 19 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Economia

Setor agropecuário mineiro gera mais de 1,9 mil empregos com carteira em julho

Desempenho positivo foi puxado pelo segmento das lavouras temporárias, com destaque para o cultivo de alho, intensivo em mão de obra

Waleska Saraiva
Por Waleska Saraiva
/ 188 acessos
Setor agropecuário mineiro gera mais de 1,9 mil empregos com carteira em julho
Cristiano Machado/Imprensa MG
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O agronegócio é um dos motores da economia mineira com recordes na safra de grãos, que atingiu 16,8 milhões de toneladas em 2022, e também nas exportações, com US$ 15,3 bilhões de dólares embarcados no mesmo período. A força do setor se reflete na geração de empregos.  Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), em julho deste ano, as atividades agropecuárias geraram 1.981 empregos com carteira assinada, a grande maioria do segmento das lavouras temporárias, com destaque para o alho. 

Quem ocupa postos gerados pela expansão da agricultura, comemora as oportunidades. Trabalhadora rural há 21 anos, Sirley Alves da Silva saiu de Arapuá, com o marido, irmã e amigos, por falta de emprego.  Nas lavouras de alho e cenoura, em São Gotardo, encontrou emprego no setor de toaletagem, ou seja, a limpeza do alho. A mudança de vida compensou. “Para mim, só melhorou. A gente quer trabalhar, formar um filho e pagar as contas em dia”, afirma Sirley.  

Minas Gerais é o maior produtor de alho do país e vem registrando aumento na safra desde 2018. A produção mineira alcançou 80 mil toneladas, em 2022, com crescimento de 8,3% em relação à safra anterior, de acordo com dados preliminares do IBGE.  A área também registrou crescimento de 7,7%, chegando a 5,2 mil hectares. 

Leia Também:

O município de São Gotardo, na região do Alto Paranaíba, é um dos principais polos produtores de alho do estado e recebe mão de obra de todo o país.  “A cada hectare de alho plantado, a gente tem de três a quatro pessoas trabalhando. O plantio e a colheita são feitos manualmente um a um, tem também o processo de limpeza e isso requer muita mão de obra”, afirma a produtora rural Juliana Lisboa Ribeiro.  

Evolução em números 

No acumulado janeiro a julho deste ano, foram gerados 29.554 empregos no setor agropecuário, com crescimento de 2% comparado ao mesmo período de 2022. Atualmente, o total de empregos do setor agropecuário mineiro é de 309. 607 postos de trabalho. 

Outro dado que sinaliza a continuidade deste bom momento da atividade na promoção do emprego e renda é o crescimento dos recursos do crédito rural. De acordo com os levantamentos da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), na safra 2022/2023, foram destinados R$ 656,5 milhões para o custeio das lavouras de alho, com crescimento de 33,7% em relação à safra anterior.  

Novas tecnologias

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Thales Fernandes, lembrou que o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Agricultura e suas vinculadas, Emater-MGEpamig Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), está presente no campo, ao lado do produtor, levando tecnologias, desenvolvendo pesquisas e garantindo a vigilância sanitária dos produtos mineiros. “O Sistema Estadual da Agricultura trabalha para garantir o crescimento sustentável do agro mineiro, com o aumento da produtividade e a conquista de novos mercados”, afirmou. O setor agropecuário respondeu em julho por 16% do saldo total de 12.353 empregos gerados no estado.  

Comércio Aquecido 

Além de gerar emprego e renda no campo, o bom desempenho das atividades agropecuárias influencia a criação de novos postos de trabalho nos centros urbanos das cidades e no comércio. “Contando todas as culturas que temos na região de São Gotardo, alho, cenoura, beterraba e repolho, são mais de 10 mil empregos gerados. Isso implica em crescimento de consumo que, por sua vez, movimenta o comércio. A região não tem indústria, é o agronegócio que movimenta toda a tenda no comércio”, relata o engenheiro agrônomo e diretor executivo da Sekita Agronegócios, Eduardo Sekita de Oliveira. 

 

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site 

https://www.rcwtv.com.br/

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

 

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

FONTE/CRÉDITOS: SECOM - Superintendência de Imprensa
Comentários:
Waleska Saraiva

Publicado por:

Waleska Saraiva

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )