Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 18 de Maio de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Política

Projeto prevê incentivo para a formação de médicos geneticistas no Brasil

Texto será analisado por comissões da Câmara dos Deputados

Redação
Por Redação
/ 36 acessos
Projeto prevê incentivo para a formação de médicos geneticistas no Brasil
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Dr. Zacharias Calil: faltam especialistas para tratar doenças raras

O Projeto de Lei 1033/24 torna obrigatória a inclusão da disciplina de genética médica nos currículos de cursos de Medicina e especializações, além de prever incentivos para a abertura e o preenchimento de vagas de residência nessa área.

A proposta, do deputado Dr. Zacharias Calil (União-GO), está em análise na Câmara dos Deputados.

O texto acrescenta, no Estatuto da Pessoa com Deficiência, a previsão de que a graduação em medicina e as especializações nas áreas de clínica médica e de pediatria terão conteúdos relacionados às principais causas de deficiências, garantida a inclusão de disciplina ou estágio abordando a genética médica.

Leia Também:

Já na Lei 6.932/81, que trata da residência médica, o projeto estabelece que caberá à Comissão Nacional de Residência Médica designar especialidades prioritárias para o atendimento de lacunas assistenciais, sendo permitida a criação de incentivos para aumento de vagas disponíveis.

Para as especialidades consideradas prioritárias, mas que tenham baixa procura de candidatos, a proposta permite a complementação pelo poder público de até 50% no valor da bolsa.

Falta de especialistas Para justificar a mudança no currículo das universidades, Dr. Zacharias Calil aponta o baixo número de médicos geneticistas no País em contraposição à maior incidência de doenças raras e condições hereditárias.

“O aumento de casos de doenças raras, muitas de origem genética, destaca a necessidade de profissionais capacitados para diagnosticar, tratar e aconselhar pacientes e suas famílias”, afirma o parlamentar.

Próximos passos O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Saúde; de Educação; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei
FONTE/CRÉDITOS: Agência Câmara Notícias
Comentários:
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )