Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 25 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Juiz de Fora

Projeto de lei propõe novas regras para minutos não utilizados na Área Azul de Juiz de Fora

O objetivo central da proposta é autorizar o uso do saldo residual dos valores pagos no sistema de estacionamento rotativo de Juiz de Fora pelos usuários

Redação
Por Redação
/ 347 acessos
Projeto de lei propõe novas regras para minutos não utilizados na Área Azul de Juiz de Fora
Web
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Câmara Municipal de Juiz de Fora está analisando um projeto de lei que busca estabelecer novas regras para o pagamento dos créditos utilizados na Área Azul, o sistema de estacionamento rotativo da cidade. Atualmente, os motoristas devem adquirir um crédito de R$ 2,70, o qual lhes concede o direito de permanecer de 90 a 180 minutos, dependendo da localização da vaga. No entanto, o vereador Julinho Rossignoli (PP) questiona esse sistema fixo de cobrança e propõe um modelo que permita aos usuários utilizar os minutos não utilizados em sua totalidade.

De acordo com o vereador, ao efetuar o pagamento da tarifa de utilização, muitas vezes o usuário acaba não utilizando todo o tempo contratado. Por exemplo, ele paga pela utilização de 1 hora e 30 minutos, mas utiliza apenas 30 minutos. Nesse caso, o valor excedente não seria do usuário? Essa é a pergunta levantada por Rossignoli, autor do projeto de lei em questão, que iniciou sua tramitação na Câmara Municipal no dia 27 de junho.

O objetivo central da proposta é autorizar o uso do saldo residual dos valores pagos no sistema de estacionamento rotativo de Juiz de Fora pelos usuários. O projeto de lei define regras específicas, estabelecendo que o saldo residual somente poderá ser utilizado nos parquímetros da Área Azul ou para o pagamento da Tarifa de Pós-Utilização da Área Azul. Além disso, também será permitido utilizar os créditos remanescentes no mesmo dia em uma área diferente daquela onde foram adquiridos. Vale ressaltar que o saldo residual será atribuído ao usuário e não ao veículo, conforme previsto no dispositivo.

Leia Também:

A proposta também sugere que, nos casos em que o usuário realizar o pagamento do serviço através do parquímetro, o saldo residual só será considerado mediante a apresentação do comprovante de pagamento da tarifa. Se a utilização do sistema de estacionamento rotativo for feita de forma eletrônica, a empresa deverá disponibilizar uma opção para o usuário utilizar os créditos remanescentes.

Em resumo, o projeto de lei estabelece diretrizes gerais para a implementação do modelo de saldo residual, deixando para a Prefeitura de Juiz de Fora a tarefa de regulamentar o texto para colocar a proposta em prática. Neste momento, o projeto está em análise na Comissão de Legislação, Justiça e Redação da Câmara Municipal.

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: link do grupo do Whatsapp

FONTE/CRÉDITOS: Redação
Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )