Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 18 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Giro de Notícias

Participantes de consórcios aproximam-se dos 10 mi em agosto

Contemplações superam um milhão de consorciados e liberações ultrapassam R$ 55 bilhões, no acumulado de oito meses

A Notícia em Primeira Mão .
Por A Notícia em Primeira Mão .
/ 135 acessos
Participantes de consórcios aproximam-se dos 10 mi em agosto
Resultados obtidos nos últimos vinte meses
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

No encerramento do oitavo mês do ano, o sistema de consórcios apresentou crescimento em seus indicadores, com destaque para os participantes ativos, que atingiu 9,94 milhões e se aproximou da marca de 10 milhões, segundo a ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios.

Neste total, houve 10,8% de aumento sobre os 8,97 milhões, registrados em agosto do ano passado, incluindo todos os segmentos onde estão presentes os veículos leves, motocicletas, imóveis, veículos pesados, serviços e eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis.

Entre as principais razões estão a confiança e a credibilidade que a modalidade financeira alcançou, ano após ano, junto ao público consumidor que, ao planejar suas compras, o tem escolhido como alternativa simples e econômica para seus objetivos.

Leia Também:

Para Paulo Roberto Rossi, presidente executivo da ABAC, “desde que o brasileiro vem demonstrando maior consciência sobre a essência da educação financeira na aquisição de bens ou contratação de serviços, sua postura tem sido a de avaliar, analisar e planejar seus novos compromissos financeiros de maneira a encaixá-los, via consórcio, em seus orçamentos mensais, sem realizar compras por impulso e sem se endividar”.

De janeiro de 2022 a agosto deste ano, a modalidade completou vinte meses de avanços nos volumes de consorciados ativos, com apenas uma retração em abril último, quando somou 9,44 milhões.

Nos 9,94 milhões de consorciados ativos, o mecanismo anotou altas de 32,7% nos veículos pesados; 19,1% nos imóveis; 13,3% nos eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis; 9,6% nas motocicletas; 6,0% nos veículos leves; e 1,9% em serviços.

Para chegar mais uma vez a um novo volume histórico, as vendas apontaram o segundo melhor total mensal dos últimos dez anos, com 387,99 mil novas cotas, proporcionando o acumulado, de janeiro a agosto, de 2,79 milhões, 8,6% maior que as 2,57 milhões anotadas no mesmo período em 2022. Houve superação das somatórias alcançadas nas seis décadas de existência do sistema.

Em cada um dos setores, onde o mecanismo está presente, a totalização de cotas ativas ficou assim distribuída: 44,2% em veículos leves; 27,6% em motocicletas; 16,0% em imóveis; 7,6% em veículos pesados; 2,6% em eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis; e 2,0% em serviços.

Por setor, o acumulado das adesões resultou em 1,11 milhão de veículos leves; 868,82 mil em motocicletas; 507,05 mil em imóveis; 213,82 mil em veículos pesados, 58,60 mil em eletroeletrônicos; e 32,71 mil em serviços.

Durante o período, os negócios realizados, considerando o recorde das vendas de novas cotas e a alta do tíquete médio, superaram R$ 206,51 bilhões, 25,1% superior aos R$ 165,05 bilhões de 2022.

Com a ampliação dos participantes ativos, houve alta no tíquete médio geral, apesar de alguns setores apontarem redução no valor dos créditos, em razão do maior número de cotas comercializadas com valores abaixo das médias de cada segmento. O tíquete médio de agosto chegou a R$ 72,99 mil, 18,1% acima dos R$ 61,82 mil verificados naquele mês em 2022.

Contemplações superam um milhão

Ainda de janeiro a agosto, o acumulado de consorciados contemplados ultrapassou um milhão e chegou a 1,09 milhão, 10,4% superior às 987,27 mil, somadas no mesmo período de 2022, resultando em mais liberações de créditos para as potenciais aquisições.

Avaliando as contemplações por sorteio e por lance, houve 478,52 mil de motocicletas; 424,59 mil de veículos leves; 67,20 mil de imóveis; 52,30 mil de veículos pesados; 37,10 mil de eletroeletrônicos e outros bens móveis duráveis; e 33,03 mil de serviços, nos oito meses.

A concessão dos correspondentes créditos aos contemplados, ocasião em que os objetivos são transformados em aquisições, chegou a R$ 55,08 bilhões, potencialmente injetados nos segmentos da economia onde o consórcio está presente, com 22,8% maior que os anteriores R$ 44,85 bilhões.

“Completados oito meses, o balanço do sistema de consórcios aponta o mesmo ritmo de crescimento constatado nos meses anteriores”, diz Rossi. “Com a sequência dos bons resultados, com os consórcios avançando sobre as marcas passadas de adesões, tíquete médio, e consequentemente dos negócios realizados, independente do percentual da taxa de juros, as perspectivas continuam otimistas para o final do ano”, completa.

Esta evolução positiva, comprovada principalmente pelos constantes recordes nos últimos vinte meses, ratifica maior conhecimento do consumidor sobre educação financeira. “Mês após mês, o brasileiro tem alterado seu comportamento com relação às finanças pessoais, onde o foco principal tem sido o planejamento e a manutenção do equilíbrio entre receitas, despesas e investimentos, e o consórcio se adequa perfeitamente nessa relação”, comenta Rossi.

Presentes na cadeia produtiva

Os consórcios estão presentes em setores como o de duas rodas que, somente nos oito meses iniciais de contemplações, apontaram a potencial aquisição de uma moto a cada duas comercializadas no mercado interno. No setor automotivo, a potencial presença esteve também em um a cada três veículos leves vendidos no país.

Outro exemplo de participação pode ser verificado no mercado de veículos pesados, onde o mecanismo marcou quase uma a cada três comercializações de caminhões negociados para ampliação ou renovação de frotas do setor de transportes com destaque especial para utilização no agronegócio.

A forte presença dos consórcios na economia brasileira pode ser comprovada pelos totais de créditos concedidos. Nas liberações acumuladas de janeiro a julho, o sistema atingiu 37,1% de potencial presença no setor de automóveis, utilitários e camionetas. No de motocicletas, houve 45,8% de possível participação, e no de veículos pesados, a relação para caminhões foi de 31,1%, no período.

No segmento imobiliário, somente nos sete meses deste ano, as contemplações representaram potenciais 16,5% de participação no total de 353,22 mil imóveis financiados, incluindo os consórcios. Aproximadamente um imóvel a cada cinco comercializados.

"Os ótimos resultados do Sistema de Consórcios obtidos nos oito meses do ano, em razão de suas exclusivas características e peculiaridades, permitem projetar, além da continuidade nos próximos meses, atingir performances inéditas nos vários segmentos onde está presente”, finaliza Rossi.



Website: http://www.abac.org.br
FONTE/CRÉDITOS: DINO
Comentários:
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )