Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Abril de 2024
rcwtv
rcwtv

Política

Padilha faz balanco de troca ministerial para ampliar base do governo

Ao comentar as trocas na equipe ministerial anunciadas ontem pelo presidente Lula, Padilha afirmou que agora haverá reforço ao time do governo, com a incorporação de partidos políticos.

Redação
Por Redação
Padilha faz balanco de troca ministerial para ampliar base do governo
© José Cruz/Agência Brasil
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Leia Também:

O ministro das Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha, ao chegar à cerimônia do desfile cívico-militar de 7 de Setembro, nesta nesta quinta-feira (7), comentou as trocas de ministros anunciada na noite anterior, que podem ampliar a base de apoio ao governo Congresso Nacional.

De acordo com o ministro, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva concluiu o diálogo que vinha sendo feito desde o mês de julho e que agora haverá reforço ao time do governo, com a incorporação dos partidos políticos Republicanos e Progressistas (PP) na equipe ministerial.

Notícias relacionadas:Lula anuncia novos ministros do Esporte e de Portos e Aeroportos.Em pronunciamento, Lula defende democracia e união do país.Lula indica dois ministros para o Superior Tribunal de Justiça."Os líderes das duas bancadas federais, do Republicanos e do Progressistas, já vinham ajudando o governo no primeiro semestre na aprovação da reforma tributária, do marco fiscal, da recriação de todos os programas sociais, de criar um ambiente democrático e ter rechaçado os atos golpistas do dia 8 de janeiro, o que nos permite que, nesse dia histórico, 7 de Setembro, a gente tenha um momento de afirmação da democracia e da união do país. E também já contribuíram, durante todo o primeiro semestre, para criar um ambiente econômico no país."

Ana Moser

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, agradeceu a participação da ministra do Esporte, Ana Moser, que será substituída pelo deputado federal André Fufuca (PP-MA), após o presidente Lula retornar da reunião do G20, na Índia.

Padilha agradeceu pelos trabalhos que a ex-atleta do voleibol, Ana Moser, vinha fazendo até então, à frente da pasta, e acredita que Moser continuará colaborando com o esporte.

"O presidente Lula considera e acredita que a ministra Ana Moser vai continuar colaborando com o esporte brasileiro, com as políticas públicas federais. Ela tem apreço muito grande na relação do esporte com a educação."

Padilha ressaltou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva cumprirá todos os compromissos firmados durante a campanha eleitoral, em 2022,  e no início do governo, na área do esporte, sob novo comando da pasta. E fez uma comparação esportiva.

"Podemos estar tendo uma mudança dos jogadores que estão em quadra, mas não mudam a estratégia, o plano tático e os objetivos do time.", compara o ministro de Relações Institucionais da PR, Alexandre Padilha.

"No próprio vôlei, às vezes, acontece do treinador ter que tirar do jogo, num certo momento, sua maior ponta de rede, para melhorar a defesa, para melhorar o passe, para enfrentar o momento do jogo. Então, estamos fazendo uma mudança de quem está na quadra, mas não mudam os compromissos com o esporte brasileiro, não mudam os compromissos anunciados pelo presidente Lula e iniciados pela ministra Ana Moser."

Trocas 

Padilha comentou ainda a mudança no Ministério de Portos e Aeroportos, de onde sai o ministro Márcio França e assume o parlamentar Sílvio Costa Filho (Republicanos - PE).

"O ministro Sílvio Costa Filho assume e reafirma o compromisso com as políticas de portos e aeroportos que vêm sendo feitas, com a expansão da nossa aviação regional, de estruturar aeroportos regionais no país, compromisso da expansão da área de portos."

Padilha destacou que o ministério tem papel estratégico no país, pois vem batendo recordes de exportação neste momento. "Queremos ampliar nosso comércio exterior, queremos reduzir o custo da logística. Esse ministério tem papel decisivo nisso."

Sobre a criação do 38° ministério, Padilha ressalta que o ministro Márcio França aceitou o desafio de lidar com o tema das micro, médias e pequenas empresas, com o tema do empreendedorismo, como deseja o presidente Lula.

As nomeações e as cerimônias de transmissão de cargos dos novos ocupantes anunciados serão realizadas após o retorno do presidente Lula e comitiva da viagem à Índia.

FONTE/CRÉDITOS: Daniella Almeida - Repórter da Agência Brasil
Comentários:
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )