Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Política

Nunes acusa Boulos de mentir na pré campanha: ¨Vendendo ilusões

Nunes diz que Boulos mente, enquanto que o pouco que a prefeitura dá é o suficiente para pessoas de baixa renda

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
Nunes acusa Boulos de mentir na pré campanha: ¨Vendendo ilusões
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O prefeito da capital de São Paulo, Ricardo Nunes(MDB), criticou de forma dura, nesta terça-feira (5/9), o primeiro ato de pré-campanha de seu principal adversário nas próximas eleições, o deputado federal Guilherme Boulos (PSol). Nunes disse que Boulos “colocou mentiras” para a população para criar um conflito que não existia entre sua administração e moradores da zona leste.

Boulos visitou duas comunidades de São Mateus no primeiro ato de uma série de visitas que pretende fazer às periferias da cidade durante sua pré-campanha eleitoral.

Uma das visitas foi a moradores que vivem em áreas de risco à margem do Córrego Caboré, que faz parte da bacia do Córrego Aricanduva. Lá, Boulos fez um discurso com críticas a uma proposta da gestão Nunes de retirar as pessoas do local mediante pagamento de auxílio-aluguel e cadastro em programas de moradia.

Leia Também:

Nunes já havia deixado claro a aliados a irritação com as declarações de Boulos. Para o prefeito, o deputado do PSol tenta mobilizar a população para lutar por uma demanda que não pode ser resolvida pelo poder público.
“O candidato esteve lá esses dias e falou para as pessoas que elas não deveriam aceitar isso, porque eu não estava pagando o valor do terreno, que o mais valoroso é a terra. Aí, porque eu digo que é mentira, ou talvez ele esteja mal informado: como é que vou pagar (indenizar) para as pessoas o valor de uma terra que é da Prefeitura? Uma terra pública? Não tem como. Me criou um problema terrível lá, porque as pessoas estão achando que é possível”, disse Nunes.

“O que eu vi lá (na comunidade na beira do córrego) é que estão querendo colocar a indenização (para os que sairão da área de risco) só pela benfeitoria. Mas a parte mais cara não é a benfeitoria, é a terra”, disse Boulos.

O prefeito comentou a pré-campanha do rival a jornalistas após uma palestra para estudantes da Faap universidade que fica em Higienópolis, no centro da capital.

Na sexta-feira, moradores se queixaram a Boulos sobre o valor do auxílio-aluguel (R$ 600), considerado insuficiente para custear moradia em outros locais.

“Caso as pessoas tenham de sair por causa da canalização (do córrego), não dá para vir com essa conversa de bolsa-aluguel de R$ 400, R$ 600, porque hoje isso não paga o aluguel nem de um cômodo”, disse Boulos. “Se precisar tirar algumas (pessoas), tem que ser chave por chave”, afirmou o deputado.

“Chave por chave” é uma expressão difundida entre movimentos de moradia, para cobrar a entrega imediata de outro imóvel para quem for obrigado a deixar os locais de risco.

O que eu vi lá (na comunidade na beira do córrego) é que estão querendo colocar a indenização (para os que sairão da área de risco) só pela benfeitoria. Mas a parte mais cara não é a benfeitoria, é a terra”, disse Boulos.
O programa do Córrego Caboré prevê a retirada de mil famílias de locais de área de risco. Parte das famílias deve receber, segundo a Prefeitura, uma indenização em dinheiro de até R$ 30 mil, referente a construções no local.

No passado, a Prefeitura aprovou uma lei na Câmara Municipal que prevê a indenização no valor das construções (não dos terrenos) de imóveis em áreas de risco cujos proprietários sejam obrigadas, pelo poder público, a deixar seus lares por causa dos riscos de deslizamento ou inundação.

“Imagina se vamos, nesse nível de campanha, fomentar discórdia, mentira? Estávamos em um processo muito tranquilo, com as assistentes sociais conversando com a comunidade. Estava um processo bem avançado”, disse Nunes.

“Me preocupa se ele for nesse nível, jogar esse nível de informações falsas”, complementou o prefeito. Nunes disse ainda que Boulos, que é coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), fez a vida “vendendo ilusões”, mobilizando pessoas em vulnerabilidade social para objetivos inalcançáveis.

“Não é possível que ele não saiba que a Prefeitura não pode indenizar quem invadiu terreno púbico”, disse Nunes.

 

Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos!

Acesse o nosso site

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!

 

 

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )