Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quinta-feira, 18 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Região

Noventa e nove cidades de Minas Gerais registram zero crimes violentos em 2023

Estudo foi realizado pelo Observatório de Segurança Pública vinculado à Sejusp

Lara Cerqueira
Por Lara Cerqueira
Noventa e nove cidades de Minas Gerais registram zero crimes violentos em 2023
Sejusp/Divulgação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A análise feita pelo Observatório de Segurança Pública, vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), revelou que quase uma centena de municípios mineiros permaneceram sem qualquer registro de crime violento até outubro deste ano. Serranos, situado no Sul de Minas, é um destaque especial, mantendo-se há quase nove anos sem qualquer ocorrência violenta.

Com o cenário da pequena e tranquila Serranos como pano de fundo, a cidade oferece uma atmosfera de paz e segurança, refletida nos números: há quase nove anos não são registrados casos de crimes violentos na região. Serranos é um exemplo entre os quase 100 municípios de Minas Gerais que não apresentaram nenhum índice de criminalidade violenta ao longo de 2023.

O relatório divulgado nesta quinta-feira (16/11) pelo Observatório de Segurança Pública da Sejusp destaca que, entre janeiro e outubro deste ano, 99 municípios em todo o estado não tiveram registros de roubo, homicídio, estupro ou qualquer outra ocorrência violenta. Considerando o período desde 2022, são 27 cidades que se enquadram nesse cenário.

Leia Também:

Serranos, com uma população de cerca de 2 mil habitantes, ostenta o status de cidade há mais tempo sem ocorrências violentas. O último incidente registrado foi uma tentativa de estupro em fevereiro de 2016, totalizando 92 meses sem qualquer crime violento.

Caminhar pelas ruas de Serranos e interagir com os moradores é fundamental para entender os números baixos nas estatísticas criminais. A paz, solidariedade, respeito e religiosidade são elementos enraizados na comunidade, tanto nos serranenses de nascimento quanto naqueles que escolheram a cidade como lar.

Luana Tamara Oliveira, veterinária de 28 anos, é um exemplo dessa conexão com a cidade. Depois de seis anos fora, voltou para Serranos formada em Medicina Veterinária e encontrou uma oportunidade para realizar seu sonho de trabalhar na área. "Estou realizando meu sonho de trabalhar aqui como veterinária. Tenho muitos pacientes em Serranos e em outros municípios da região. Tinha a vontade de ajudar os animais e a população como um todo", conta Luana.

Outra moradora, Zélia de Azevedo Carvalho, professora aposentada de 77 anos, voltou para trabalhar como professora concursada do Estado e destaca os valores morais e familiares que permeiam a cidade. "Cultivamos o amor à terra. Meu avô foi o primeiro prefeito. Vem dos primórdios os valores morais e da família, o respeito e a religiosidade. Tudo isso explica a tranquilidade e segurança de Serranos. Aqui, a fé sempre foi predominante, nascemos e vivemos aos pés de Nossa Senhora do Bom Sucesso".

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública realiza monitoramento constante e publica mensalmente, em seu site, os índices de criminalidade de Serranos e dos outros 853 municípios de Minas Gerais. A transparência na divulgação dos dados permite uma análise mais precisa da situação da criminalidade em todo o estado, auxiliando na criação de estratégias integradas para reforçar a segurança da população.

O secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Rogério Greco, destaca a importância dessas estatísticas para planejar ações de segurança: "As estatísticas permitem uma análise mais clara da criminalidade em todo o estado e com base nisso conseguimos traçar, de forma integrada com as demais forças de segurança, as melhores estratégias para aumentar a segurança de toda a nossa população".

Em Serranos, a cultura de paz e o apoio mútuo entre vizinhos são fatores determinantes para manter a tranquilidade. Rogério Marques, sargento da Polícia Militar, destaca: "Aqui, um cuida do outro, todos se conhecem. Vivemos a cultura da paz". Essa conexão entre os moradores reflete-se na abertura das portas e janelas sem trancas, pois, como observa José Pimenta Filho, "Serranos é acolhedora, solidária e tranquila. É um povo que tem Deus no coração, por isso, a paz reina sempre entre todos nós".

Comentários:
Lara Cerqueira

Publicado por:

Lara Cerqueira

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )