Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 13 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Justiça

MPMG consegue liminar na Justiça autorizando hospital a realizar transfusão de sangue em recém-nascido

Por questões religiosas e mesmo diante de risco à vida da criança, os pais do bebê não autorizaram a realização do procedimento

Waleska Saraiva
Por Waleska Saraiva
MPMG consegue liminar na Justiça autorizando hospital a realizar transfusão de sangue em recém-nascido
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Uma decisão judicial permitiu que o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triangulo Mineiro (UFTM) fizesse a transfusão de sangue em um bebê de pouco mais de um mês de vida. O procedimento, que é essencial para salvar o bebê, tinha sido proibido pelos pais da criança por motivos religiosos.

Segundo a Promotoria de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente de Uberaba, o bebê nasceu antes do tempo, e apresentou anemia e dificuldade de se alimentar. A única solução é a transfusão de glóbulos vermelhos, sem outra alternativa. “Se a anemia não for tratada, o bebê pode morrer. Mas os pais dele não concordaram com a transfusão de sangue por questões religiosas”, disse o promotor de Justiça Thiago de Paula Oliveira.

Para pedir a autorização judicial, ele usou, entre outros argumentos, a Constituição Federal que diz que “é dever da família, da sociedade e do Estado garantir à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de protegê-los de toda forma de negligência, discriminação, exploração, violência, crueldade e opressão.”

Leia Também:

Para o promotor de Justiça, embora exista um direito dos pais de orientar os seus filhos na criação e na educação, devendo o Estado respeitá-los. “No entanto, essa regra tem exceção, quando o paciente está em risco iminente de morte. Fica claro, como mostram os documentos médicos que a falta das intervenções indicadas prejudica o bem-estar da criança, aumentando seu sofrimento sem que haja uma justificativa para sua recusa. Assim sendo, é urgente verificar-se que não se pode limitar o direito da criança de ter sua saúde preservada, por conta da convicção religiosas dos pais”, afirmou.

Na decisão, que concedeu a liminar, o juiz Marcelo Geraldo Lemos afirma que, depois de analisar o processo, conclui-se que o perigo de danos à saúde da criança “está evidente, já que ela precisa da transfusão de sangue, e caso não faça o procedimento, por negativa dos pais, corre o risco de morte”. Em outro trecho, o magistrado cita também trecho da Constituição Federal que assegura a todos o direito à vida.

 

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site 

https://www.rcwtv.com.br/

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: 

https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

 

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

 

FONTE/CRÉDITOS: Ministério Público do Estado de Minas Gerais
Comentários:
Waleska Saraiva

Publicado por:

Waleska Saraiva

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )