Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 20 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Economia

MPMG Busca Solução Extrajudicial para Questão do ICMS da Educação em Minas Gerais

Procuradoria-Geral de Justiça encaminha representação ao Compor para possível conciliação

A Notícia em Primeira Mão .
Por A Notícia em Primeira Mão .
MPMG Busca Solução Extrajudicial para Questão do ICMS da Educação em Minas Gerais
MPMG
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O Procurador-Geral de Justiça, Jarbas Soares Júnior, tomou uma medida inovadora em relação à controvérsia envolvendo a nova legislação sobre o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) no Estado de Minas Gerais, especificamente relacionada à distribuição de recursos para a Educação. No último dia 16 de fevereiro, Soares Júnior enviou ao Centro de Autocomposição de Conflitos e Segurança Jurídica do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), conhecido como Compor, o Procedimento Administrativo instaurado em resposta a representações feitas pelas prefeitas de Contagem e Juiz de Fora.

Busca por Solução Extrajudicial

O objetivo é tentar encontrar uma solução extrajudicial para a questão, envolvendo os Poderes Legislativo e Executivo, bem como o Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. A controvérsia gira em torno da Lei Estadual n. 24.431/2023, que altera a distribuição da parcela da receita do ICMS pertencente aos municípios.

Leia Também:

Argumentos e Decisão do Procurador-Geral

A representação que deu origem ao procedimento alega violação de princípios constitucionais, como isonomia e direito à educação, devido à exclusão do número de matrículas escolares na metodologia de distribuição do ICMS. Apesar de não identificar um vício flagrante de inconstitucionalidade, o procurador-geral optou por encaminhar o caso ao Compor, reconhecendo sua complexidade e o interesse social e econômico envolvidos.

Diálogo e Espaço para Soluções

O documento ressalta a importância do diálogo entre as partes interessadas e a necessidade de apresentação de dados e elementos fáticos para uma solução adequada. Até que haja a tramitação do expediente próprio no Compor, o procedimento fica suspenso por um prazo de 90 dias.

Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

FONTE/CRÉDITOS: MPMG
Comentários:
A Notícia em Primeira Mão .

Publicado por:

A Notícia em Primeira Mão .

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )