Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Segunda-feira, 26 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Brasil/Mundo

Israel luta pela democracia

Israel aprova medidas que limitam poderes da Suprema Côrte

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
Israel luta pela democracia
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A Kssenet, o parlamento de Israel, aprovou nesta quarta-feira a primeira parte da reforma judicial que limita os poderes da Suprema Côrte, algo que analistas veem como um afronta ao Estado de Direito e que há 29 semanas leva multidões às ruas mos maiores protestos em 75 anos de história do país. Enquanto os deputados votavam na medida impulsionada pelo primeiro-ministro Benjamin Natanyauh  e seu governo de direita, ao menos 20 mil pessoas protestavam do lado de fora contra a rejeição de um dos poucos sistemas de freios e contrapesos na nação do Oriente Médio.

Com o voto, o governo mais conservador que Israel já  teve, afundou mais o país em uma crise política, gerando até mesmo raras declarações explícitas de preocupações dos Estados Unidos. No domingo, o presidente americano Joe Biden disse que ¨da perspectiva dos amigos de Israel nos E.U.A., para que a atual proposta de reforma judicial está mais polarizante, não menos¨.

Após a votação desta segunda, Washington emitiu um comunicado chamando a iniciativa de lamentável.

Publicidade

Leia Também:

Se a oposição diz que a reforma mina a separação dos Poderes, o governo e seus aliados ultranacionalistas e ultraortodoxos argumetam que o judiciário concedeu a si mesmo maior autoridade ao longo dos anos e que a Suprema Côrte não é representativa da sociedade israelense. Por isso, as mudanças propostas incluem derrubar a capacidade de maior instância da justiça de fiscalizar as nomeações ministeriais do governo, além de derrubar decisões políticas ou legislações, como a medida recém-aprovada.

- A lei que aprovamos hoje é importante pra a democracia, mas é apenas o início. Para um Estado de Israel mais judeu e democrático, devemos aprovar o resto da reforma, primeiramente as mudanças na comissão de nomeações judiciais e o poder dos promotores - disse o ministro da Segurança Nacional, o ultraconservador Itamar Ben Guir, afirmando que ¨Israel será um pouco mais democrática, um pouco mais judia¨.

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )