Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Domingo, 21 de Julho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Brasil/Mundo

Israel aprova acordo de cessar-fogo na Faixa de Gaza

Acordo determina a libertação de 50 reféns detidos pelo Hamas em troca da soltura de palestinos

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 81 acessos
Israel aprova acordo de cessar-fogo na Faixa de Gaza
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Israel aprovou na 3ª feira (21/11/2023) um acordo de cessar-fogo com o Hamas que determina a libertação de reféns detidos pelo grupo extremista na Faixa de Gaza. A decisão se deu depois de uma série de reuniões entre o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e outras autoridades do governo. Na 1ª fase do acordo, o Hamas deve libertar cerca de 50 mulheres e crianças israelenses com menos de 19 anos detidas em Gaza, enquanto Israel deverá soltar aproximadamente 150 prisioneiros palestinos –a maioria sendo mulheres e menores– durante um cessar-fogo de 4 dias. 
Em comunicado publicado pelo Hamas nesta 4ª feira (22/11/23) no Telegram, o grupo extremista detalha outros termos do acordo. São eles: proibição do tráfego aéreo no sul de Gaza por 4 dias; proibição do tráfego aéreo no norte de Gaza por 6 horas em cada dia de trégua; livre circulação de pessoas, especialmente na rua Salah Al-Din, para facilitar o deslocamento do norte para o sul da Faixa de Gaza; Segundo a CNN, a resolução foi aprovada por uma “maioria significativa” do Gabinete de Guerra do governo de Israel durante votação que durou mais de 6 horas. As negociações foram mediadas pelo Qatar, EUA e Egito.

O acordo também estabelece que Israel permitirá a entrada diária de aproximadamente 300 caminhões de ajuda em Gaza, provenientes do Egito. Durante a pausa nos combates, também será autorizada a entrada de mais combustível ao território, segundo as autoridades israelenses. Na 2ª fase do acordo, o Hamas poderá libertar mais reféns em troca de Israel estender o cessar-fogo. Estima-se que cerca de 240 pessoas sejam mantidas reféns desde o início da guerra, em 7 de outubro, sendo a maioria israelense. PRISIONEIROS PALESTINOS Esta semana, a ONG Addameer relatou que cerca de 200 homens, a maioria adolescentes do sexo feminino. Antes da ofensiva do grupo extremista no início de outubro, a organização afirma que cerca de 150 homens e 30 mulheres e meninas estavam nas prisões israelenses. Os dados são do Serviço Prisional de Israel, responsável pelas prisões do país. Além disso, familiares dos detidos também forneceram informações. Segundo o jornal norte-americano New York Times, muitas prisões recentes foram realizadas em operações na Cisjordânia ocupada por Israel, que registrou aumento em protestos nos últimos dias. O governo israelense afirma que as detenções fazem parte de uma operação antiterror contra o Hamas na região. A Addameer afirma que o número de prisioneiros políticos palestinos em Israel chegou a 7.000, abrangendo israelenses e residentes de Gaza e Cisjordânia. Conforme a ONG, a maioria dos detidos desde a ofensiva do Hamas está sob “detenção administrativa”, o que significa que são mantidos presos indefinidamente sem acusações.

Segundo o Axios, o acordo aprovado na 3ª feira (21/11) estabelece que, nas próximas 24 horas, os nomes dos prisioneiros palestinos a serem libertos sejam divulgados, permitindo que cidadãos israelenses contestem a libertação por meio judicial. Israel não soltará prisioneiros palestinos condenados por assassinato de israelenses. O governo de Israel divulgou nesta 4ª feira (22/11) uma lista de 300 prisioneiros que devem ser libertos em troca de reféns israelenses. Além disso, o gabinete do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a guerra vai continuar na Faixa de Gaza ddepois da trégua de 4 dias acordada com o Hamas. “O Governo de Israel, as FDI [Forças de Defesa de Israel] e os serviços de segurança continuarão a guerra para resgatar todos os reféns, completar a eliminação do Hamas e garantir que não haverá nova ameaça ao Estado de Israel a partir de Gaza”, disse.





Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos!

Acesse o nosso site

Leia Também:

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )