Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 22 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Política

Governo propõe tirar 5 bilhões de reais da meta fiscal de 2024 para gastos do PAC

Proposta de retirada de 5 bilhões da meta fiscal para despesas do novo PAC, está em mensagem presidencial enviada na segunda (07/08)

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 261 acessos
Governo propõe tirar 5 bilhões de reais da meta fiscal de 2024 para gastos do PAC
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

 

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) propôs a retirada de R$ 5 bilhões da meta fiscal de 2024 para bancar gastos do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A sugestão está em mensagem presidencial encaminhada nessa segunda-feira (7/8) ao Congresso Nacional, com proposta de modificação do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias, de 2024, que ainda está sob análise do relator, Danilo Forte (União-CE).

Leia Também:

Segundo a mensagem, não serão consideradas na meta de déficit primário:

1. as empresas do Grupo Petrobras;

2. as empresas do Grupo Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBPar); e

3. as despesas do Orçamento de Investimento destinadas ao Novo Programa de Aceleração do Crescimento, limitado a R$ 5.000.000.000,00 (cinco bilhões de reais).

Na mensagem, ao tratar dos R$ 5 bilhões do novo PAC, o governo justifica que a exceção é necessária “tendo em vista a flexibilidade na execução desses investimentos e sua importância para o desenvolvimento econômico e social do País”.

Além do presidente da República, a mensagem com proposta de modificação da LDO 2024 é assinada pela ministra do Planejamento e Orçamento, Simone Tebet.

Marco fiscal

Estão previstos R$ 60 bilhões de recursos federais por ano para bancar o programa, que depende da aprovação do novo marco fiscal. Falta uma votação na Câmara para que a nova regra fiscal, que vai substituir o atual teto de gastos, seja aprovada.

 

O Executivo teria que aguardar a aprovação da proposta, para saber quanto exatamente terá de espaço no Orçamento da União para custear as obras do novo PAC. No entanto, apesar do retorno dos trabalhos legislativos após o recesso do meio de ano, ainda não há previsão de término da votação do novo marco fiscal.

Deputados aguardam uma sinalização mais forte do Palácio do Planalto sobre os novos ministérios do Centrão. Lula tem adiado a definição sobre as mudanças na Esplanada para atender partidos do bloco, entre eles o PP e o Republicanos.

O presidente quer fazer uma grande evento de lançamento e contar com muitos parlamentares, pois articula a entrada dos partidos do Centrão em sua base de apoio, Lula quer atrair também um grande número de empresários, governadores e prefeitos para o evento de lançamento.

 

 
 
 
 
Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )