Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 22 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Economia

Governo de Minas suspende benefício de importadores para equilibrar mercado de leite

Medida visa proteger produtores locais e garantir competitividade

Isadora Benetelli
Por Isadora Benetelli
/ 187 acessos
Governo de Minas suspende benefício de importadores para equilibrar mercado de leite
Reprodução Internet
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Em resposta à crescente concorrência desleal enfrentada pelos produtores de leite em Minas Gerais devido à importação de países do Mercosul, o Governo do Estado anunciou uma medida drástica para equilibrar o mercado e proteger os interesses dos produtores locais.

Suspensão de benefícios para importadores

O Decreto nº 48.791, publicado no Diário Oficial nesta quinta-feira (28/4), estabelece que toda importação de leite em pó será tributada no estado, suspendendo os benefícios concedidos aos contribuintes detentores de Regime Especial. Isso significa que a alíquota para importação de leite em pó sobe de 0% para 12%, enquanto para a venda fracionada do produto, a alíquota passa de 2% para 18%.

Ação em apoio aos pequenos produtores

O objetivo principal da medida é apoiar especialmente os pequenos e micro produtores rurais, que têm sido prejudicados pelas isenções concedidas por outros países do Mercosul, desestabilizando a concorrência justa.

Leia Também:

Contexto e justificativa

O Brasil é um dos maiores produtores mundiais de leite, e Minas Gerais lidera esse ranking. No entanto, em 2023, o país importou um volume significativo de leite em pó, principalmente da Argentina e do Uruguai, países isentos de tarifas como integrantes do Mercosul.

Segundo o Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), essas importações desestruturaram a cadeia produtiva do leite, afetando diretamente os produtores mineiros.

Impacto econômico e social

A competição desleal causada pela importação de leite resultou em uma queda significativa nos preços pagos aos produtores locais. Em janeiro de 2024, o preço médio do litro de leite foi de R$ 2,11, uma redução em relação a 2023 (R$ 2,51) e 2022 (R$ 2,71).

Apoio do Governo

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Thales Fernandes, ressaltou a importância da medida para garantir a sustentabilidade da produção leiteira em Minas Gerais, uma atividade tradicional e essencial para a economia do estado.

Com essa ação, o Governo de Minas demonstra seu compromisso em proteger os interesses dos produtores locais e manter a competitividade do setor agropecuário.

FONTE/CRÉDITOS: Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento
Comentários:
Isadora Benetelli

Publicado por:

Isadora Benetelli

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )