Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 20 de Julho de 2024
rcwtv
rcwtv

Economia

Governo de Minas Adianta Detalhes do Plano de Recuperação Econômica

Secretário de Estado de Fazenda destacou os principais elementos da proposta

Lara Cerqueira
Por Lara Cerqueira
/ 223 acessos
Governo de Minas Adianta Detalhes do Plano de Recuperação Econômica
Lucas Prates
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Hoje, em um pronunciamento realizado na Cidade Administrativa de Minas Gerais, o Secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, destacou os principais elementos da proposta do Governo de Minas para o RRF, Plano de Recuperação Econômica de Minas, que será discutido no Legislativo a partir desta terça-feira (24/10).

O documento é crucial para que o Estado possa equilibrar sua dívida com a União e garantir estabilidade fiscal para manter as operações do setor público nos próximos anos e governos.

Dentre os aspectos essenciais da proposta, o secretário enfatizou a continuidade dos repasses para áreas prioritárias na administração estadual, como Saúde e Educação, bem como a manutenção dos concursos planejados e das promoções e progressões nas carreiras do funcionalismo público.

Leia Também:

Ele também defendeu a possibilidade de flexibilização da proposta original, que inicialmente prevê duas revisões salariais para os servidores, mas que pode ser revista caso as metas fiscais sejam atingidas ao longo do período de nove anos, o prazo estipulado para que o Estado possa negociar sua dívida histórica com a União.

A proposta será discutida em uma Audiência Pública na Assembleia Legislativa de Minas Gerais ainda hoje, terça-feira (24/10).

No encerramento de seu pronunciamento, o secretário adiantou que o governador Romeu Zema e os governadores que compõem o Consórcio de Integração Sul e Sudeste terão uma reunião com o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, em Brasília, marcada para amanhã (25/10).

Um dos temas a serem discutidos pelos governadores será o Plano de Recuperação Econômica.

 

Contexto

Atualmente, segundo informações da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF/MG), a dívida pública estadual totaliza R$ 165,61 bilhões, sendo que R$ 156,26 bilhões (94%) são referentes a valores devidos à União ou dívidas com instituições financeiras garantidas pela União. Essa é a quantia em negociação com o Tesouro Nacional no RRF, a fim de que Minas Gerais possa retomar o pagamento da dívida de maneira sustentável.

Diante desse cenário, a adesão do Estado ao RRF é a melhor alternativa para manter as finanças equilibradas e, assim, buscar condições fiscais favoráveis para ampliar os investimentos destinados à melhoria dos serviços oferecidos à população mineira e das condições de trabalho dos servidores.

 

Leia a íntegra do pronunciamento do secretário Gustavo Barbosa: 

O Plano de Recuperação Econômica é a solução para que o Governo de Minas cumpra a obrigação de retomar o pagamento da dívida com a União, garantindo a continuidade dos avanços conquistados ao longo dos últimos quatro anos e dez meses, com aumento dos investimentos em áreas como Saúde, Educação e Segurança. É a adesão ao plano que também vai possibilitar a sequência da política de preservação dos direitos dos servidores do Estado, que hoje têm a garantia do pagamento dos salários e benefícios em dia.

Conseguimos retirar Minas do buraco fiscal em que se encontrava. Fizemos os cortes necessários para priorizar investimentos em áreas essenciais. Saímos de um cenário em que não havia o pagamento sequer do dinheiro da merenda para os alunos da rede pública, de falta de medicamentos em hospitais, de prefeituras que tiveram que suspender atendimentos de serviços públicos por sequestro de repasses constitucionais e do funcionalismo que não sabia quando iria receber o salário, para o contexto atual de equilíbrio fiscal e casa arrumada. 

Alcançamos os maiores investimentos da história em Saúde e Educação. Mais que dobramos o dinheiro da merenda escolar e hoje nossos alunos escolhem dentro do cardápio sua comida favorita. Reformamos mais de 1,4 mil escolas. Estamos construindo 200 novos postos de saúde, e seis novos hospitais regionais, modernizando e equipando as farmácias de Minas e levando equipamentos de alta complexidade, como tomógrafos, mamógrafos e sistemas de hemodiálise para diversos municípios de todas as regiões do estado, fazendo com que a saúde esteja cada vez mais perto dos mineiros. Os servidores recebem salário e todos os benefícios em dia e concedemos o primeiro reajuste geral após dez anos. 

Minas não tem mais a opção de não pagar a dívida com a União. A nossa data limite para fazer a adesão ao RRF é o dia 20/12/2023. A única forma de retomar esse pagamento, sem comprometer os avanços conquistados até aqui, é seguir o caminho do Plano de Recuperação Econômica. Ele vai permitir que o Estado retome o pagamento em parcelas com valores que não irão afetar o dinheiro hoje destinado aos investimentos no estado. Assim, estaremos garantindo a continuidade do que é mais urgente, que é o atendimento dos mineiros nos serviços essenciais de Saúde, Educação e Segurança. 

Sem o RRF, o Estado teria que arcar com o pagamento de R$ 18 bilhões em 2024, o que inviabilizaria a manutenção do equilíbrio que temos hoje. Com o Plano de Recuperação Econômica, vamos conseguir colocar o valor das parcelas dentro do que é a capacidade do Estado de pagar. Em nove anos, alcançaremos o equilíbrio para retomar o pagamento integral da dívida, sem afetar os serviços do Estado e, assim, poderemos caminhar efetivamente para reduzir o tamanho do endividamento de Minas. 

O Plano de Recuperação Econômica não é engessado. Ele permite a flexibilização das medidas previstas inicialmente. Tudo depende do nosso desempenho econômico e fiscal. Se tivermos receitas, poderemos avançar com os investimentos. E estamos otimistas, em quatro anos, provamos que sabemos fazer gestão, melhorando a cada orçamento as contas do Estado, tudo isso pagando dívidas que herdamos de governos passados com prefeituras, fornecedores, servidores e outros Poderes. As melhorias que alcançamos é nossa garantia para confiarem que essa evolução vai continuar.  

Os servidores terão revisões dos salários, incialmente duas de 3%, mas que como disse isso é apenas uma previsão conservadora. Os concursos vigentes da Segurança, Saúde, Educação e demais áreas permanecerão válidos para preenchimento de vagas. O plano garante a continuidade de promoções e progressões de carreiras.

O Plano de Recuperação Econômica também tem como compromisso manter o dinheiro investido em Saúde, Educação e Segurança. O cumprimento dos mínimos constitucionais está garantido, portanto o dinheiro continuará chegando em escolas e hospitais em valores que são os maiores da história de Minas. 

Somos transparentes e sabemos que o problema da dívida do Estado não se resolve em um passe de mágica. O governador Romeu Zema está em constante diálogo com o Governo Federal para buscar alternativas para essa questão. Amanhã, ele estará inclusive reunido junto aos governadores do Sul e Sudeste com o Ministro da Fazenda, Fernando Haddad, para discutir o tema. 

Acreditamos no poder do diálogo e da construção. Confiamos na capacidade de análise e contribuição que o Legislativo pode dar nesse processo. Estamos confiantes de que quando todos os Poderes atuam junto com a sociedade civil é possível construir uma saída para que Minas continue a avançar.

-

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

Comentários:
Lara Cerqueira

Publicado por:

Lara Cerqueira

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )