Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Domingo, 16 de Junho de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Região

Engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas participam de aula prática sobre tecnologias sustentáveis e inovadoras na agricultura Caixa de entrada

Introdução de novas tecnologias voltadas _a agricultura de baixo carbono em Minas Gerais

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 251 acessos
Engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas participam de aula prática sobre tecnologias sustentáveis e inovadoras na agricultura Caixa de entrada
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas participaram, em Patrocínio, no Alto Paranaíba, de aula prática sobre tecnologias sustentáveis e inovadoras na agricultura. O módulo de campo ocorreu na Fazenda Santa Cruz da Vargem Grande, do grupo AgroBeloni, no sábado (23/9). Os inscritos conheceram na prática a utilização de remineralizadores de solo, compostagem, bioinsumos e instalação de biofábrica – todas tecnologias aplicadas na fazenda, no cultivo de grãos e de café. A empresa foi escolhida por ser referência em produção sustentável. Em 2021, por exemplo, recebeu certificação internacional de agricultura regenerativa pela produção de café e 100% dos resíduos das culturas geram adubo orgânico.

 O Dia de Campo faz parte da capacitação gratuita oferecida desde julho pelo Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BMDG) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Cerrados para a introdução de novas tecnologias voltadas à agricultura de baixo carbono em Minas Gerais.

A aplicação do manejo sustentável, que promove a recuperação do solo pelo uso de remineralizadores e bioinsumos, é fundamental para conciliar o bom desempenho econômico da agricultura e práticas mais adequadas ambientalmente. Além da capacitação, o BDMG oferece linhas de financiamento para apoiar produtores que desejam implementar essas iniciativas.

Leia Também:


O produtor rural de São José da Barra, no Sul de Minas, Paulo Marcos da Veiga é um dos alunos do curso. Ele, que também é engenheiro agrônomo, buscou a capacitação porque pretende adotar técnicas sustentáveis na fazenda, onde produz soja e milho. “Pretendo tornar minha fazenda menos dependente de insumos químicos, que estão cada vez mais caros”, explica. “Com a recuperação do solo, você consegue reduzir os custos com os defensivos químicos, para os quais ficamos muito dependentes. Cada vez tem que aplicar mais. A recuperação do solo seria uma reabilitação”, ressalta.

Sobre o curso, ele disse que foi “uma oportunidade de ouro”. “Eu queria mudar, mas não sabia como. Se não fosse essa capacitação, eu ficaria na mesmice. Agora tenho as ferramentas e a técnica para fazer essa transição da agricultura tradicional para a regenerativa. Já vamos implementar na nossa propriedade, diminuindo aos poucos o uso desses químicos”, garante.

Técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas (Emater) também estão participando da formação. A engenheira agrônoma da entidade, Guilhermina Severino, pontua que será possível levar o conteúdo para outros produtores rurais de Minas. “O dia de campo é uma aula viva e poderemos levar o conteúdo para onde atuamos”.

O curso prático foi conduzido pelo diretor do Instituto Brasileiro de Agroecologia, Antônio Teixeira, pelo doutor em ecologia microbiana, Pablo Hardoim, pelo consultor de remineralização, Antônio Bizão, e pela consultora em produção de bioinsumos, mestre e doutoranda em Microbiologia, Parasitologia e Patologia, Elisa Uemura.

Segundo Antônio Teixeira, a agricultura sustentável permite harmonizar “diversas técnicas para produzir alimentos mais saudáveis, regenerar os solos e sequestrar carbono da atmosfera”. “Compostagem de resíduos, uso de remineralizadores de solo, plantas de cobertura. A somatória dessas ferramentas permite produzir respeitando muito mais o sistema natural, fazendo uma agricultura mais inteligente. Ter uma instituição financeira apoiando a agricultura regenerativa é bom para toda a sociedade”, destaca.

 

Avaliação

 

Para o presidente do BDMG, Gabriel Viégas Neto, a capacitação tem sido um sucesso ao difundir o conhecimento e alcance da agricultura regenerativa entre produtores de todas as regiões de Minas.“Ao sensibilizar quem produz, o potencial de implantação das novas técnicas é ampliado. As tecnologias podem trazer mais saúde e fertilidade para o solo, melhores resultados econômicos para os produtores rurais e para o agronegócio, alimentos de maior qualidade à mesa das famílias e maior fixação de carbono, uma das ferramentas mais potentes para limitar o aquecimento global até 2030. Estamos confiantes de que esta capacitação será um marco importante para aceleração dessas tecnologias no agronegócio”, afirma.

A superintendente Executiva do BDMG, Marcela Brant, que acompanhou o treinamento em campo, ressaltou a relevância do setor Agro. “No Banco, 40% dos financiamentos são destinados ao agronegócio e, com essa capacitação técnica, reforçamos o compromisso do BDMG com a agenda da sustentabilidade.

O Banco lançou linhas de financiamento para que a gente possa viabilizar a agricultura regenerativa na ponta, para o produtor rural”, ressalta.Ao todo, 450 engenheiros agrônomos e técnicos agrícolas ligados a instituições de assistência técnica ou consultores independentes, além de produtores rurais e pesquisadores, se inscreveram na capacitação iniciada em julho. Todos eles  atuam em Minas Gerais e em diversas regiões, como Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, Sul/Sudoeste, Norte, Noroeste, Zona da Mata, Campo das Vertentes, Central, Rio Doce e Metropolitana de Belo Horizonte.

 

Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos!

Acesse o nosso site

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!

 

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )