Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quarta-feira, 19 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Educação

Em 2º recuo, Tarcísio cancela compra de 200 milhões de livros digitais sem licitação

A empresa Bookwire não tinha concorrentes, o que impediu licitação para a compra dos livros.

Simone Carvalhal
Por Simone Carvalhal
/ 285 acessos
Em 2º recuo, Tarcísio cancela compra de 200 milhões de livros digitais sem licitação
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

O governo de São Paulo decidiu cancelar a compra de livros digitais feita sem licitação com a empresa Bookwire. A decisão foi anunciada pela Secretaria da Educação, nesta quinta-feira (17/8).

O contrato com a Bookwire teria o valor de R$ 4,5 milhões e garantiria a compra de 68 títulos literários para o projeto Leia SP. As obras poderiam ser acessadas por quase 2,9 milhões de estudantes da rede, gerando cerca de 200 milhões de acessos caso todos os alunos utilizassem a plataforma.

A Primasoft, seria a responsável pelo desenvolvimento do projeto Leia SP utilizando a plataforma Odilo. A tecnologia é a mesma usada no aplicativo BibliON, lançado pela gestão João Doria em 2022, e que disponibiliza mais de 15 mil títulos digitais para os moradores de São Paulo.

Leia Também:

Segundo a pasta da Educação, o BibliON segue ativo e a rescisão com a Primasoft está relacionada apenas ao projeto Leia SP.

A Primasoft, citada na nota, seria a responsável pelo desenvolvimento do projeto Leia SP utilizando a plataforma Odilo. A tecnologia é a mesma usada no aplicativo BibliON, lançado pela gestão João Doria em 2022, e que disponibiliza mais de 15 mil títulos digitais para os moradores de São Paulo.

Segundo a pasta da Educação, o BibliON segue ativo e a rescisão com a Primasoft está relacionada apenas ao projeto Leia SP.

A Secretaria tinha justificado a compra sem licitação afirmando que a Bookwire foi a única empresa que atendeu a ampla maioria das obras selecionadas e alcançava o objetivo da pasta de disponibilizar o maior número de títulos bibliográficos.

Por existir inviabilidade de competição, já que apenas a BookWire possui exclusividade de distribuições das obras indicadas para compor o projeto, optou-se por garantir a celeridade e economia de recursos públicos pela inexigibilidade de licitação”, afirmou a secretaria no início da seana.

Este é o segundo recuo da gestão Tarcísio de Freitas (Republicanos) e seu secretário Renato Feder em menos de 24 horas. Nessa quarta-feira (16/8), a pasta voltou atrás no corte de livros didáticos do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) depois que a  justiça suspendeu, por meio de liminar, a retirada de São Paulo do programa do governo federal.

Na decisão, o juiz Antônio Augusto Galvão de França, da 4ª Vara da Fazenda Pública, afirmou que “a abrupta desconstituição administrativa da adesão ao programa é, em tese, apta a gerar sérios prejuízos à formação escolar dos estudantes e, também, ao erário estadual”.

 

Gostou da matéria? Compartilhe com os amigos! 

Acesse o nosso site

https://www.rcwtv.com.br/

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo:
https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

Curta e siga nossas redes sociais!

Comentários:
Simone Carvalhal

Publicado por:

Simone Carvalhal

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )