Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 24 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Política

Comissão aprova projeto que estabelece medidas de estímulo ao setor espacial

O texto ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça

Redação
Por Redação
Comissão aprova projeto que estabelece medidas de estímulo ao setor espacial
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Cleber Verde apresentou substitutivo à proposta original

A Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara dos Deputados aprovou projeto que estabelece medidas de estímulo ao setor espacial. O objetivo é aumentar a autonomia tecnológica do País nessa área. Entre outros pontos, o texto aprovado prevê que:

as compras governamentais devem privilegiar produtos e técnicos brasileiros do setor espacial, exceto quando não houver oferta doméstica; o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) deve criar linhas de crédito para pesquisas na área espacial, com preferência para a compra de equipamentos nacionais nessas pesquisas; o poder público deve definir estratégias para ampliar a rede de formação de recursos humanos na área espacial, da educação básica até a pós-graduação.

Tributo vinculado O projeto destina ainda 15% da arrecadação da Cide-royalties ao Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Setor Espacial, por até oito anos.

O programa foi instituído pela Lei 9.994/00. Já a Cide-royalties é um tributo criado pela Lei 10.168/00 para financiar o Programa de Estímulo à Interação Universidade-Empresa.

Publicidade

Leia Também:

Inovação A proposta foi aprovada na forma do substitutivo do deputado Cleber Verde (MDB-MA) ao Projeto de Lei 2391/22, do ex-deputado Guiga Peixoto (SP), que adequou o texto à terminologia do setor espacial.

O relator afirmou que a proposta pode ajudar o País a conseguir a autonomia na área espacial, que gera inovação e criação de novos produtos e mercados. “Desde o começo das iniciativas brasileiras, nos anos 60, o setor espacial apresentou altos e baixos, com grandes flutuações orçamentárias. Desse modo, entendemos que a proposta é muito oportuna”, disse Verde.

O texto será analisado agora, em caráter conclusivo, pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei
FONTE/CRÉDITOS: Agência Câmara Notícias
Comentários:
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )