Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 01 de Marco de 2024
rcwtv
rcwtv

Política

Comissão aprova criação de programa de proteção aos policiais nas emergências em saúde pública

Texto ainda será analisado pelas comissões de Saúde; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania

Redação
Por Redação
Comissão aprova criação de programa de proteção aos policiais nas emergências em saúde pública
Alan Santos/Câmara dos Deputados
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Alan Santos/Câmara dos Deputados
Pastor Henrique Vieira relatou a proposta

A Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que cria o Programa Emergencial para a Proteção dos Profissionais de Segurança Pública em Epidemias, a fim de assegurar as condições de saúde dos agentes de segurança pública em situações como a pandemia de covid-19.

A  medida foi aprovada na forma do substitutivo do relator, deputado Pastor Henrique Vieira (Psol-RJ), para o Projeto de Lei 2405/20, do deputado Paulão (PT-AL), e dois apensados. O relator apresentou uma nova versão, mantendo a ideia original.

“A pandemia de coronavírus demonstrou o quanto o poder público está pouco preparado para lidar com esse tipo de situação, em que, por um lado, é preciso manter as atividades de segurança pública e, por outro, proteger a vida e a saúde dos profissionais e de seus familiares”, afirmou Vieira.

Publicidade

Leia Também:

Medidas Pelo texto aprovado, em caso de decretação de emergência ou calamidade na saúde pública, a União disponibilizará recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) para as medidas necessárias, como:

distribuição regular de álcool em gel e equipamentos de proteção individual; garantia do acesso a testes rápidos, exames, medicamentos e equipamentos médicos adequados para identificar e combater eventuais contaminações; higienização de viaturas e equipamentos; e elaboração e distribuição de materiais informativos sobre os sintomas em caso de eventual contaminação.

Caberá ainda à União, por meio do Ministério da Justiça e da Segurança Pública, em conjunto com os estados e o Distrito Federal, coordenar e executar ações específicas dentro do novo programa. Esses entes federativos poderão celebrar convênios e parcerias com órgãos federais e instituições privadas.

Tramitação O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Saúde; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

FONTE/CRÉDITOS: Agência Câmara Notícias
Comentários:
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )