Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Segunda-feira, 15 de Abril de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Política

Brasil precisa aprofundar políticas de prevenção e tratamento da obesidade, alertam deputados e especialistas

O assunto foi tratado nesta terça-feira (12) em uma sessão solene realizada para lembrar o Dia Mundial da Obesidade

Redação
Por Redação
Brasil precisa aprofundar políticas de prevenção e tratamento da obesidade, alertam deputados e especialistas
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
Parlamentares defenderam mais informação para a população sobre o tema

Deputados afirmaram, em sessão solene nesta terça-feira (12), que o Brasil precisa aprofundar as políticas públicas de prevenção e tratamento da obesidade, principalmente entre as crianças e adolescentes. Na avaliação deles, é preciso enfrentar o estigma da doença com mais informação à população.

A sessão no Plenário da Câmara dos Deputados foi realizada para lembrar o Dia Mundial da Obesidade, celebrado em 4 de março. Essa data foi instituída pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os deputados Flávia Morais (PDT-GO), Dr. Zacharias Calil (União-GO), Laura Carneiro (PSD-RJ) e Sargento Portugal (Podemos-RJ) pediram a realização do debate.

Leia Também:

Crianças e adolescentes A deputada Flávia Morais lembrou que a obesidade e o sobrepeso podem atingir 50% das crianças e adolescentes brasileiros em 2035 se medidas não forem adotadas. A informação consta no Atlas Mundial da Obesidade de 2024, divulgado em março pela Federação Mundial de Obesidade.

Para a deputada, o assunto tem que ser discutido com urgência pela sociedade. “Precisamos conter esse crescimento. É necessário que o país reforce as ações de prevenção obesidade e promoção da saúde, mas também que garanta os direitos dessas crianças”, disse Morais.

Hábitos saudáveis O deputado Dr. Zacharias Calil defendeu a promoção de hábitos saudáveis como forma de combater a obesidade infantil. “Qualquer supermercado, a hora que a gente vai no caixa, sabemos ali que as guloseimas estão todas ao nível da altura das crianças. Então, é muito importante a gente ter essa preocupação”, disse Calil.

O deputado Sargento Portugal propôs a ampliação do debate sobre o assunto na Câmara. “Algumas pautas passam em branco na Casa. Precisamos ampliar o debate para todos, para que cada vez mais consigamos atingir pessoas”, disse.

Estigma Especialistas convidados para a sessão solene alertaram para a necessidade de descontruir o estigma sobre a obesidade. O presidente da Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica (Abeso), Bruno Halpern, afirmou que as pessoas ainda tendem a ver a doença como “um problema pessoal”.

“Enquanto vermos a obesidade como uma questão que cada um vai ter que resolver sozinho, os números só vão continuar crescendo”, disse. Halpern pediu políticas específicas para combater e prevenir a obesidade, como taxação diferencial de alimentos ultraprocessados.

Já o representante do Painel Brasileiro da Obesidade, Luis Fernando Villaça Meyer, lamentou a falta de informações sobre a doença mesmo entre os médicos. “A obesidade não está presente em boa parte dos currículos dos cursos de saúde”, afirmou.

FONTE/CRÉDITOS: Agência Câmara Notícias
Comentários:
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )