Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 22 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Saúde

Aumento de casos de escarlatina em Belo Horizonte não indica surto

Doença é causada pela bactéria Streptococcus e pode ser tratada com antibióticos

Lara Cerqueira
Por Lara Cerqueira
/ 215 acessos
Aumento de casos de escarlatina em Belo Horizonte não indica surto
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Recentemente, casos de escarlatina têm sido motivo de preocupação entre pais e responsáveis de crianças devido a sintomas como dor de garganta, febre persistente e erupções vermelhas pelo corpo, inclusive na língua. A escarlatina é uma doença causada pela bactéria Streptococcus beta hemolítico do grupo A.

Embora tenha ganhado destaque nas últimas semanas, a escarlatina é uma enfermidade antiga e relativamente comum na medicina. O que exige atenção especial é o notável aumento de casos observado. Em Belo Horizonte, até o dia 26 de outubro deste ano, o monitoramento do SUS/BH apontou que o número de atendimentos por escarlatina já ultrapassou em 128% o total registrado no ano anterior.

De acordo com o monitoramento da prefeitura na rede de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) de Belo Horizonte, neste ano, foram realizados 741 atendimentos a pacientes com escarlatina. Isso equivale a uma média de 17 casos por semana, refletindo um crescimento significativo da enfermidade na região. Vale destacar que a mesma bactéria causadora da escarlatina foi responsável pela internação de uma das sete crianças que apresentaram sintomas semelhantes em São João Del Rei. Três dessas crianças vieram a óbito, mas o Governo do Estado alega que, até o momento, essas mortes não estão relacionadas com a bactéria.

Leia Também:

A transmissão dessa bactéria ocorre frequentemente de forma assintomática, tanto em crianças quanto em adultos, e acontece por meio do contato direto, frequentemente envolvendo gotículas respiratórias, como a saliva. Apesar do crescimento, a Secretaria de Saúde de Belo Horizonte afirma que o número de casos de escarlatina não caracteriza um surto. Esse, provavelmente, é apenas um indicador de queda de imunidade das crianças após anos de isolamento social resultante da pandemia da Covid-19. A bactéria pode ser tratada com antibióticos.

-

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site e receba notícias da RCWTV no Whatsapp. Participe do nosso grupo e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site!

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

Comentários:
Lara Cerqueira

Publicado por:

Lara Cerqueira

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )