Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Educação

Aulas do “Capacita Moda Diversidade” terão início na próxima segunda-feira, 6

Com carga horária de 60 horas, o curso segue até 28 de novembro

Waleska Saraiva
Por Waleska Saraiva
Aulas do “Capacita Moda Diversidade” terão início na próxima segunda-feira, 6
Imprensa PJF
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Terão início na próxima segunda-feira, 6, as aulas do Primeiro Curso de Iniciação Profissional em Upcycling: Modelagem e Costura, que capacitará um grupo de 20 cidadãos e cidadãs que se identificam como travestis, transgêneros e não-binários em Juiz de Fora. A abertura acontece às 13h30, na unidade do Senai Juiz de Fora José Fagundes Netto, localizada na Av. Barão do Rio Branco, 1219 - Centro. As aulas serão de segunda a sexta-feira, das 13h30 às 17 horas.

Os alunos aprenderão o conceito de upcycling e desenvolverão técnicas deste conceito do vestuário, integrando modelagem, costura de peças e acessórios que buscam atender os princípios do reaproveitamento; desenvolvendo a criatividade para criar peças novas a partir de resíduo têxtil e/ou outros objetos. O principal objetivo é inserir essas pessoas no mercado de trabalho e/ou aumentar a sua capacidade de geração de renda. Ao término do curso, os alunos poderão participar de oficinas de currículos para encaminhamento a empresas interessadas.
 

Parte do programa “GerAção: Emprego, Renda e Negócios”, o “Capacita Moda Diversidade” é uma realização da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável e Inclusivo, da Inovação e Competitividade (Sedic), por meio de emenda parlamentar da vereadora Tallia Sobral, em parceria com a Casa da Mulher, vinculada à Secretaria Especial de Direitos Humanos (SDH) e o Senai Juiz de Fora José Fagundes Netto.
 

Publicidade

Leia Também:

Sobre o público-alvo


Segundo levantamento da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra), no Brasil, 90% da população trans tem a prostituição como fonte de renda e possibilidade de subsistência. Dados do Projeto Além do Arco-Íris, da AfroReggae, demonstraram que a baixa escolaridade dificulta ainda mais o acesso desta população trans às vagas de emprego: apenas 0,02% das trans estão na universidade e 72% não concluiu o ensino médio.


Um relatório divulgado em 2021 pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), revelou que a média de idade nos casos de pessoas trans e travestis expulsas de suas famílias era de 13 anos.

 
 

Mantenha seus amigos informados... Compartilhe esta matéria!

Acesse o nosso site 

https://www.rcwtv.com.br/

 

Receba notícias da RCWTV no Whatsapp e fique por dentro das principais notícias que movimentam o nosso site! Participe do nosso grupo: https://chat.whatsapp.com/EeSJvQx8kVA3J3kMmSevMw

 

Curta e siga nossas redes sociais

#noticiasdejuizdefora, #juizdefora, #rcwtv, #noticiasminasgerais, #pjf, #notíciasemjuizdefora, #notíciasemminasgerais, #noticiasmg

 
 
 
 
 
FONTE/CRÉDITOS: Imprensa PJF
Comentários:
Waleska Saraiva

Publicado por:

Waleska Saraiva

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )