Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 18 de Maio de 2024
rcwtv
rcwtv

Geral

Viação Progresso

Matias Barbosa

Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador
Por Mauricio Lima Corrêa...
/ 1539 acessos
Viação Progresso
https://mauricioresgatandoopassado.blogspot.com/search/label/Curiosidades
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Fotografia do Blog Mauricio Resgatando o Passado a Historia de Juiz de Fora 
http://mauricioresgatandoopassado.blogspot.com/

Viação Progresso
O percurso de 21,8 km é feito em 35 minutos pela antiga rodovia União e Indústria. Parte do traçado é sobre a mais antiga ainda Estrada Real.
No século 19, as fazendas de café da região tinham um problema: escoar sua produção pelo Caminho Novo, numa viagem lenta e difícil, até o Rio de Janeiro. Além de estreitas, íngremes e perigosas, as trilhas ficavam intransitáveis nos períodos de chuva. A Estrada de Rodagem União e Indústria, ligando a cidade de Petrópolis (RJ) a Juiz de Fora (MG), foi a primeira rodovia macadamizada da América Latina, inaugurada em 23 de junho de 1861 por Dom Pedro II.
O projeto da estrada começou em 1854 quando o Comendador Mariano Procópio Ferreira Lage recebeu a concessão por 50 anos para a construção de uma rota que, partindo de Petrópolis, se dirigisse à margem do Rio Paraíba. Mariano Procópio criou então a Companhia União e Indústria, que deu nome à estrada e cujo lucro provinha do pedágio por mercadoria cobrado dos usuários da rota.
A Décima Estação de Muda era em Matias Barbosa. O lugarejo era uma antiga barreira, onde pagavam-se direitos sobre o ouro e os diamantes vindos de Minas Gerais. A capela de Matias Barbosa, uma igrejinha situada em um outeiro à direita, anuncia o Pouso de Matias, antigo Registro Velho. Nos tempos coloniais, ali ficava a principal contagem, onde eram pagos os impostos. Na época se cobrava o quinto de ouro para a Coroa. (Revert Henrique Klumb)
A Estrada Real, era o caminho oficial, único autorizado para a circulação de pessoas e mercadorias. Na época, a abertura ou utilização de outras vias constituía crime de lesa-majestade. Conhecido como Caminho Novo, este trecho ia do Rio de Janeiro até Ouro Preto.
Acervo Mauricio Lima Corrêa

FONTE/CRÉDITOS: Acervo Mauricio Lima Corrêa
Comentários:
Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador

Publicado por:

Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )