Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Quinta-feira, 23 de Maio de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Geral

Um dia de cada vez

Você pode escolher lidar melhor com todas as suas preocupações e os seus medos

Mônica Reis
Por Mônica Reis
/ 233 acessos
Um dia de cada vez
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

São tantas coisas ao mesmo tempo! Na correria do dia a dia e principalmente, com o acúmulo de tarefas e responsabilidades, por exemplo, trabalhar, estudar, cuidar de casa, criar filhos é fácil se acostumar a fazer várias coisas ao mesmo tempo e viver numa eterna urgência.

Mas você pode desacelerar.  Você pode escolher lidar melhor com todas as suas preocupações e os seus medos. Aliás, é bom que você tenha em mente que não adianta ter medo no momento errado. E é assim que funciona com a nossa ansiedade. Embora medo e ansiedade sejam emoções diferentes, são estados emocionais que aparecem intimamente relacionados, um sobrepõe ao outro.

Deixar que o seu pensamento seja dominado pelo medo, deixa você inseguro e ansioso. Muitas vezes quando estamos ansiosos não conseguimos enxergar e reconhecer a nossa capacidade de vencer os obstáculos da vida, acreditamos que não vamos dar conta, que é demais para nós. Na maioria das vezes, subestimamos a nossa capacidade de lidar com os desafios. Nos preparamos para o pior cenário possível, tornamos os acontecimentos da nossa vida em verdadeiras catástrofes, tudo dentro da nossa imaginação.

Publicidade

Leia Também:

Quando criamos mentalmente os piores cenários, alimentamos ainda mais a nossa ansiedade. O nosso cérebro registra a imagem mental que estamos imaginando e reagimos emocionalmente a ela como se de fato ela fosse uma realidade e não apenas fruto da nossa imaginação e das nossas preocupações e medos.

A ansiedade não nos deixa viver em paz, literalmente. Estamos sempre adiantados no relógio da vida, sempre preocupados com o que virá, pensamos e se... Se o pior acontecer? Se você adoecer? Se nada der certo? É difícil compreender que esses “e se” simplesmente não existem. “E se” queremos de fato, levar eles tão a sério mesmo, que tal pensar em todas as possibilidades e não apenas as piores, mas considerar tudo, tudo mesmo.

“E se” o melhor cenário acontecer? “E se” um verdadeiro milagre acontecer? “E se” algo que nem é tão bom ou tão ruim acontecer? Percebe que “e se” não existe? E se você realmente quer levar o “e se” a sério, pense em tudo, não apenas nas piores possibilidades.

Além das preocupações, pessoas ansiosas costumam remoer o passado tentando encontrar respostas. Ficam revivendo mentalmente situações que já passaram e que não podem mais ser modificadas, na esperança de encontrar uma solução mágica que as faça se sentir melhor. Nunca vamos conseguir compreender plenamente o comportamento de outra pessoa, se ela mesmo não nos revelar. Ainda podemos aprender com o passado e fazer escolhas mais conscientes, mas não podemos voltar no tempo.

Aprender com o passado é diferente de viver preso no passado. Quem vive no passado traz de um tempo que já não existe mais não apenas lembranças, mas verdadeiras sentenças. Costuma achar que se no passado aconteceu daquela forma, tudo vai se repetir indefinidamente. E o pior, pode inclusive, se comportar de maneira que as suas experiências acabem se repetindo.

Mas bendita seja a ansiedade que nos ajuda a repensar as nossas escolhas, os nossos limites, o que realmente queremos e faz sentido para a nossa vida. Podemos escolher viver o momento agora, podemos aprender a fazer isso. Desfrutar de uma vida presentificada. Onde o que mais importa é o momento aqui e agora, estar plenamente consciente das nossas dificuldades e imperfeições, sem que isso nos gere medo. Aceitando que somos o que é possível ser, não o que gostaríamos de ser ou o que um dia sonhamos em ser. Aceitando que não temos o controle de tudo e isso não é de fato tão ruim. Assumindo a nossa parte, a nossa responsabilidade, o que nos cabe sem nos afligirmos com o que compete ao outro e foge das nossas mãos.

Aprender a lidar com a ansiedade é como aprender a viver novamente, só que de outra maneira. Um dia por vez, um momento por vez, separando o que de fato é importante e inegociável. É sobre aprender a relaxar e viver uma vida mais leve. 

 

Autora:

Mônica Reis é esposa e mãe de três garotos lindos de viver. Uma pessoa curiosa que gosta de conhecer novos lugares e de ler que é outra forma de viajar. É formada em Psicologia,

possui Especialização em Terapia Cognitivo-Comportamental e em Saúde Mental e Atenção

Psicossocial. Atua no âmbito clínico atendendo jovens e adultos. Desde 2020 tem se reunido

com outros colegas de maneira independente para estudar temas diversos, incluindo livros e

artigos de autores relacionados as Terapias Cognitivo-Comportamentais. Isso tem lhe

permitido trocar experiências relacionadas a profissão e a prática clínica. Instagram:

@bymonicareis.

 

Comentários:
Mônica Reis

Publicado por:

Mônica Reis

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )