Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 18 de Maio de 2024
rcwtv
rcwtv

Geral

Sesmaria

Sesmaria que Vanderlei descobriu no Bairro Paula Lima

Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador
Por Mauricio Lima Corrêa...
/ 153 acessos
Sesmaria
Vanderlei Dornelas Tomaz
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Uma equipe ligada à Prefeitura de Juiz de Fora e formada pelos historiadores Vanderlei Tomaz e Antônio Henrique e pelo geógrafo Marco Garcia vem trabalhando para identificar o traçado do Caminho Novo na região daquela cidade. Utilizando-se dos relatos de viagens de naturalistas europeus e de mapas antigos existentes no Arquivo Histórico de Juiz de Fora, os pesquisadores têm percorrido o trajeto procurando ruínas e marcos.
A última descoberta do grupo foi anunciada recentemente. Segundo Vanderlei Tomaz, eles encontraram em Barreira do Triunfo um marco de sesmaria, uma pedra com 1,20 m de altura marcada com quatro cruzes em cada um dos lados. Os marcos de sesmaria eram colocados à margem do Caminho Novo e serviam de ponto inicial para a demarcação de sesmarias que seriam concedidas a particulares pela Coroa portuguesa. O marco foi encontrado à margem de um trecho de uma estrada antiga de pouco mais de um quilômetro dentro do sítio do Possali, uma propriedade particular.
O Caminho Novo foi criado no início do século XVIII para facilitar o transporte do ouro entre Minas Gerais e Rio de Janeiro. Ao longo do caminho várias sesmarias foram doadas, dando origem a ranchos, pousadas de tropeiros e povoados como João Gomes (Santos Dumont), Nossa Senhora da Assunção do Engenho do Mato (Paula Lima/Chapéu D’Uvas) e a Vila de Santo Antônio do Paraibuna (Juiz de Fora). O marco encontrado em Barreira do Triunfo é o segundo localizado em Juiz de Fora, o primeiro foi encontrado em 2000 no distrito de Paula Lima (Chapéu D’Uvas).
Além dos tropeiros e naturalistas europeus, o Caminho Novo também foi percorrido pelo imperador D. Pedro I (em 1831) e pelos inconfidentes mineiros quando foram levados aprisionados para o Rio de Janeiro. Para Vanderlei Tomaz, um dos objetivos dessa pesquisa "é mostrar à cidade Juiz de Fora o verdadeiro traçado do Caminho Novo, descartando a possibilidade de que ele tenha passado pela Avenida JK ou pela BR-040”.

Acervo Vanderlei Dornelas Tomaz 

FONTE/CRÉDITOS: http://mauricioresgatandoopassado.blogspot.com/search/label/Juiz%20de%20Fora%20no%20Imp%C3%A9rio
Comentários:
Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador

Publicado por:

Mauricio Lima Corrêa Historiador e Pesquisador

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )