Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Terça-feira, 18 de Junho de 2024
rcwtv
rcwtv

Geral

Marina brasileira impulsiona mercado de megaiates e movimenta mais de 2 mil pés no primeiro ano de operações

Inaugurada em 2022 para movimentar gigantes das águas, a estrutura de serviços da Marina YACHTMAX está sediada no estaleiro OKEAN.

Henrique Harmonia (Interina: Josi Marcelino)
Por Henrique Harmonia (Interina:...
/ 22 acessos
Marina brasileira impulsiona mercado de megaiates e movimenta mais de 2 mil pés no primeiro ano de operações
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Com travel lift (guindaste) único na América Latina capaz de içar embarcações de até 220 toneladas, 170 pés ou 50 metros de comprimento, a Marina YACHTMAX encerrou o ano de 2023 com números positivos ao trazer ao Brasil a proposta de estimular a cultura náutica especialmente no nicho de grandes embarcações. Nos primeiros 12 meses em operação, foram movimentados mais de 2 mil pés (600 metros) em barcos. De janeiro a dezembro, grandes iates e veleiros vieram de várias partes do país, especialmente do Paraná, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Em média, os barcos mediam 100 pés (30 metros) e o maior movimentado foi de 120 pés, em torno de 40 metros. A estrutura está localizada anexo ao Grupo OKEAN em Itajaí/SC, renomada empresa nacional que atende o país e o exterior e que produz embarcações de 52 a 80 pés da OKEAN Yachts. O Grupo também é o único fora da Itália que detém a licença de fabricação dos iates de luxo do estaleiro europeu Ferretti Yachts, produzindo embarcações de 55 a 100 pés.

 

Com 5 mil m² quadrados de área total e espaço coberto de 1 mil m², a marina é fundamental para que embarcações grandes, com até 220 toneladas, possam ser içadas com segurança para serviços de reparo e manutenções preventivas, fundamentais para barcos de lazer. A estrutura conta também com uma carreta para movimentar os ‘gigantes’ nas áreas. No local, neste primeiro ano, foram empregadas 230 pessoas que desenvolveram diversas funções, como içamento, movimentação e docagem. Retoque de pintura, pintura de fundo, polimento, troca de teka, conserto de anodos, eixo e hélice foram os serviços mais solicitados pelos clientes no período. Em média, 10 colaboradores trabalharam simultaneamente em cada embarcação. O ticket médio da diária para realização dos serviços é de R$ 2 mil.

Publicidade

Leia Também:

“O Brasil está crescendo em termos de embarcações de lazer com mais de 100 pés, que já é considerado um grande iate. Além disso, tem todo o potencial para despontar na cultura de megaiates, o que reflete na geração de inúmeros empregos diretos e indiretos sem falar de todos os serviços como turismo, comércio e lazer envolvidos com a vinda de um iate como este. Porém, para que possamos crescer nesse setor, como vemos na Europa e Estados Unidos, é necessário que tenhamos estruturas para manter essas embarcações e áreas apropriadas para serviços”, comenta Roberto Paião, CEO do Grupo OKEAN. 

 

“No Brasil, lançamos esta ideia ao inaugurar a Marina YACHTMAX, que é a primeira com capacidade para movimentar embarcações de até 220 toneladas. Além disso, administrar um grande iate é complexo. No caso de iates de 80 pés, de forma didática, é uma estrutura com mais de 300m² de área, com salas, quartos, banheiros, cozinha e varanda, tecnologia e muitos componentes. Por outro lado, com a visão de empreendedores e do governo para impulsionar a náutica, trata-se de um mercado com grande potencial e que pode contribuir de maneira significativa ao desenvolvimento do país”, afirma.

 

Crescimento da cultura de grandes iates no Brasil

O centro de serviços que atende grandes embarcações também impulsiona a fabricação de megaiates como é o caso da primeira unidade da Ferretti Yachts 1000, que já está em produção no estaleiro OKEAN. “A fábrica do Grupo OKEAN também é um demonstrativo do crescimento do país na náutica e fabricação de barcos cada vez maiores. Com 13 mil m² temos a capacidade de construir simultaneamente, mais de 16 embarcações, todas acima de 60 pés. Atualmente, também estamos com 3 iates acima de 26 metros em linha de produção”, explica Paião.

Sobre a Marina YACHTMAX

Inaugurada em dezembro de 2022, a Marina YACHTMAX está localizada em Itajaí, cidade do litoral norte catarinense, que é referência náutica no país. A estrutura possui o maior travel lift da América Latina, com capacidade de erguer barcos de até 220 toneladas, equivalente a 170 pés ou 50 metros de comprimento. O local conta com uma área total de 5 mil metros quadrados. A Marina YACHTMAX faz parte do Grupo OKEAN, que desde 2021 concentra fábrica própria em Itajaí (SC), atualmente com 13 mil m², e detém a licença de produção, única no mundo, dos iates da consagrada marca italiana Ferretti Yachts no Brasil, um dos principais fabricantes de iates de luxo do mundo com mais de 50 anos de história na náutica e da marca de iates OKEAN Yachts, fundada em 2015, e que é sucesso no Brasil e exterior. É responsável também pela gestão da YACHTMAX Brasil, revendedor exclusivo da OKEAN Yachts e da Ferretti Yachts no Brasil. O grupo inaugurou, na segunda quinzena de julho de 2023, a YACHTMAX Service, na Marina Verolme (RJ) dedicada a serviços de reparo e manutenção, com travel lift capaz de erguer barcos de até 110 toneladas. No segundo semestre de 2023, anunciou a revenda exclusiva de modelos Riva e Pershing, da Ferretti Group, no Brasil.

Comentários:
Henrique Harmonia (Interina: Josi Marcelino)

Publicado por:

Henrique Harmonia (Interina: Josi Marcelino)

Lorem Ipsum is simply dummy text of the printing and typesetting industry. Lorem Ipsum has been the industry's standard dummy text ever since the 1500s, when an unknown printer took a galley of type and scrambled it to make a type specimen book.

Saiba Mais
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )