Anúncios Airlitgh

RCWTV - Sua fonte de notícias de Juiz de Fora e região.

Sabado, 18 de Maio de 2024
https://rezato.com.br/
https://rezato.com.br/

Geral

A verdade e a nossa verdade

Na coluna de hoje vamos conversar sobre a Verdade e como lidamos com ela

Redação
Por Redação
/ 394 acessos
A verdade e a nossa verdade
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

Olá amigos, hoje converso sobre a verdade. Para isso, convido você voltar a foto de capa da coluna de hoje e ficar um tempo olhando para ela, depois retorne para a leitura.

O quadro chama-se “A Verdade Saindo do Poço”. Foi pintada em 1896 por Jean Léon Gérôme e faz alusão a uma história contada nos idos do século XIX. Conta a história que a mentira, em um dia de calor, convida a verdade para um banho, para aproveitar o dia de calor que fazia. A mentira então convence de que deveriam entrar no poço juntas.

A verdade, desconfiada da mentira, pensando ser uma armadilha, resolve testar a água. De fato, ela estava deliciosa e acabou concordando com a mentira. Ambas se despem e começam a se banhar. Quando a verdade estava distraída, a mentira sai do poço, pega as roupas da verdade, as vestes e foge.

Publicidade

Leia Também:

A verdade, assustada com a atitude da mentira sai do poço e tenta correr, nua, atrás da mentira para poder recuperar suas vestes. De repente a verdade percebe o olhar de todos para ela, uns desviavam o olhar, outros a olhavam com desprezo, já uns mais radicais expressavam raiva e começaram a xingar a verdade.

Percebendo a situação em que se encontrava, a verdade, muito envergonhada, acaba por retornar ao poço e lá ficou escondida por conta da vergonha que a mentira lhe causou.

Com isso a mentira passou a vagar pelo mundo, travestida de verdade e passou a ser admirada por todos. A mentira passou a satisfazer as necessidades das pessoas, revelando que nossa sociedade prefere uma mentira bem vestida do que uma verdade nua e crua.

A presente história nos mostra que não estamos preparados efetivamente para viver sempre diante da verdade, pois em muitos momentos ela será forte ou dolorida demais para a suportarmos. Algumas verdades precisam ser escamoteadas, pois quando ditas ou expostas podem até mesmo ferir.

Como diria Cazuza, “mentiras sinceras me interessam”. Quando cantava isso, falava daquelas pequenas mentiras que dizemos para não ferir, tais como quando uma pessoa que você ama faz um prato de comida e ela erra no tempero, você, por amor, acaba comendo só para agradar o outro.

Infelizmente, estamos vivendo em uma sociedade tão estranha, que as verdades “verdadeiras”, aquelas que, apesar de desagradar, precisam ser ditas, hoje são escamoteadas. Vejo isso muito nas relações intrafamiliares, onde os filhos são “enganados” quanto a uma realidade desagradável e, por conta disso, não se frustram e, quando crescem, não têm anticorpos para lidar com as frustrações do mundo real.

Vejo também famílias que vivem realidades mentirosas, onde, por conta de uma imagem social, suportam coisas que são inaceitáveis, mas porque a mentira está com belas roupas, não se atrevem a descortinar o que é de fato a realidade.

Aliás, gostamos tanto de maquiar a verdade que até na bíblia a temos como sendo insuportável aos homens. Não estou fazendo pregação, mas se lermos João 18:37-38 vemos a seguinte passagem:

Então, lhe disse Pilatos: Logo tu és rei? Respondeu-lhe Jesus: Tu dizes que sou rei. Eu para isso nasci e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da verdade. Todo aquele que é da verdade ouve minha voz. Perguntou-lhe Pilatos: Que é a verdade? Tendo dito voltou aos Judeus e lhe disse: Eu não acho crime algum nele (JOÃO 18: 37-38)

 

Nietzche dizia que a verdade é uma ilusão. É uma enganação que tomamos como valor de verdade e serve para manter nossos corpos adestrados, a verdade, seria então, uma mentira travestida. Ela seria imposta para nós através da linguagem (Sobre a Verdade e a Mentira).

No mesmo sentido, Lacan nos diz que nós somos estruturados, organizados pela linguagem. É por ela que nos inserimos no mundo e através dela é que podemos então fazer nossos julgamentos e decidir o que é verdadeiro e o que não é.

A verdade fala por si mesma. Ela é a mulher nua saindo do posso atrás de suas roupas, mas ao nos depararmos com ela, somente conseguimos lidar com aquilo que conseguimos manusear, por isso que a verdade nua nos incomoda, pois nosso olhar é atravessado por nossa linguagem e essa é fruto de uma imposição social.

Quero terminar propondo que você reflita justamente sobre o quanto você está preparado para lidar com suas verdades, pois saber lidar com isso é fundamental para se ter uma vida em harmonia. E termino perguntando: a sua verdade como no quadro, está saindo ou está voltando para o poço envergonhada?

 

Comentários:
Redação

Publicado por:

Redação

Portal de notícias criado em novembro de 2020 para informar a população sobre acontecimentos da cidade de Juiz de Fora e região.

Saiba Mais
rcwtv
rcwtv

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )